João Pessoa, 30 de março de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EDUCAÇÃO

Pedro apresenta ‘PEC do Novo Magistério’ para profissionais em educação

Comentários:
publicado em 30/03/2015 às 14h25
atualizado em 30/03/2015 às 14h35

O deputado federal, Pedro Cunha Lima (PSDB), apresentou nesta segunda-feira (30), a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que trata sobre o plano de criação do Magistério Público Nacional, aos professores paraibanos. O parlamentar foi recebido pela categoria durante assembleia regional realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep).

“Estamos apresentando a nossa proposta para que a categoria saiba que temos um trabalho pelo magistério e também pedir o apoio de cada um deles em favor dessa causa. Já estivemos com os representantes da APLP, com a reitora da Universidade Federal da Paraíba, Margareth Diniz, e agora aqui com o Sintep. Temos que caminhar juntos para que essa proposta passe no Congresso Nacional”, defendeu o deputado.

Para o diretor do Sintep, Antônio Arruda, a proposta do deputado Pedro Cunha Lima traz esperança para a categoria e principalmente para as novas gerações. “Essa ideia vai proporcionar que os jovens comecem a pensar novamente que vale a pena ser professor e lutar por uma educação de qualidade. Vamos ajudar o deputado nessa caminhada para que a proposta seja aprovada no Congresso”, destacou.

Pedro explicou que a ‘PEC do Novo Magistério’ apresentada estabelece que o salário dos professores em todo o País seja o limite remuneratório dos cargos de agentes administrativos, sanando assim as injustiças com a categoria.

“Nenhum agente administrativo vai poder receber mais do que o subsídio do professor em último nível. Essa categoria será então a condição limite de todos os agentes administrativos nas três esferas de Poder. Com isso, eu não estou aumentando despesa em nada. Estou apenas colocando limites e sendo mais justo com os professores”, disse.

O parlamentar relatou ainda que a criação do Magistério Público Nacional vai oferecer melhor visibilidade à categoria, que passaria a ser considerada na Constituição Federal como responsável pela Educação. “O Magistério dará um status mais elevado à carreira, além de oferecer essa condição de subsídio de limite máximo ao agente administrativo”, explicou.

Durante a visita ao Sintep, o deputado se colocou à disposição para lutar no Congresso Nacional por melhorias e fortalecimento da categoria no Estado. “Estamos lutando por um Magistério mais digno e coloco o meu mandato a disposição dos professores do nosso Estado para lutar em Brasília em defesa de melhores condições de trabalho e de salário”, concluiu.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também

Colunas

Whatsapp(83) 99346-5236

Manhã na Praia de Acaú, no município de Pitimbu, Litoral Sul

Enviado por
Josivaldo Alves

mais lidas