João Pessoa, 24 de abril de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
POLÊMICA

Revoltado com “apelido”, deputado exige que secretário de Ricardo Coutinho se retrate

Comentários:
publicado em 24/04/2012 às 11h57
A- A+

O deputado estadual Aníbal Marcolino (PSL) está exigindo retratação pública do chefe executivo da Casa Civil do Estado, Lúcio Flávio Vasconcelos, por ter chamado alguns deputados, da bancada de situação que votaram contra matérias do Governo, de anfíbios. A declaração foi feita semana passada e gerou muita insatisfação entre os parlamentares.

Aníbal Marcolino classificou a adjetivação como uma falta de respeito do auxiliar do Governo Estadual. O deputado se solidarizou com os parlamentares e avisou que “quando um membro dessa Casa é agredido os demais também são”.

Na ocasião, lembrou que essa não é primeira vez que os deputados são agredidos por auxiliares do governador Ricardo Coutinho (PSB). “Quando o deputado Janduhy deixou a bancada governista foi comparado a um pneu que quando fura tem que ser trocado”. A comparação foi do secretário Chefe de Governo Lindolfo Pires (Democratas).

Aníbal lembrou ainda que em outro momento a secretária de finanças, Aracilba Rocha, disse que o Governo do então Chefe do Executivo Wilson Braga tinha sido o mais corrupto da história da Paraíba. “E até o momento não houve retratação algumas por parte dessas pessoas”, lamentou o deputado.

“Agora vem Lúcio Flávio que se diz cientista político, mas que para mim é o cientista da subserviência, chamar os deputados de anfíbios. É chegada à hora dessa Casa se pronunciar”, bradou Marcolino.

O parlamentar adiantou que está preparando documentação e vai entregar em mãos ao presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Marcelo (PSDB) para que a mesa peça uma retratação pública de Lúcio Flavio.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!