João Pessoa, 25 de abril de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DIREITO DE RESPOSTA

Presidente do PT de Sousa se defende de acusação sobre sedução à menor

Comentários:
publicado em 25/04/2012 às 21h04
A- A+

 O presidente do Partido dos Trabalhadores em Sousa, , Gervásio Bernado Abrantes, procurou o MaisPB para se defender das denuncias sobre uma suposta sedução que ele teria feito a uma menor de 16 anos. Ele nega a acusação, diz que não passa de uma tentativa de denegrir sua imagem e remete sedução à menor a outra pessoa. Gervázio quis remeter a acusação à queda de braço travada com o deputado Anísio Maia, alvo de insinuações de desvio de verbas do Seguro Defesa.

LEIA MAIS: Documentos apontam denúncia contra presidente do PT de Sousa

“Quando alguém não tem o que falar em sua defesa faz assim, tenta denegrir a imagem de quem o acusa. Este caso, que esta sendo veiculado agora, se trata de um equivoco, que na época eu fiz questão de resolver, no entanto, as conselheiras preferiram por não fazer a acareação entre eu e a pessoa que mim acusou deste ato. Na verdade, um cidadão que mora na região de Sousa e que estava naquela conferência teria sim, ficado, passado a noite com uma garota e no dia seguinte, fui indagado por uma senhora que me acusava de ter praticado o galanteio a “menina”, disse Gervásio em resposta ao MaisPB.

O MaisPB teve acesso nesta quarta-feira (26) ao relatório da V Conferência Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente, realizado em outubro de 2005, trazendo à tona uma nota de “Repúdio Grave” contra o ex-dirigente, que na época era secretário de Assistência Social do município.

No relato, consta que Gervásio teve uma postura “inadequada e maliciosa” quando não respeitou uma adolescente de 16 anos, “agindo com intimidade e chegando a pedir um beijo” da jovem, além de ter tido o “atrevimento’ de lhe tocar o pescoço.

O dirigente partidário foi retirado da presidência do PT pela Executiva Estadual do partido esta semana

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!