João Pessoa, 12 de maio de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
PRÉ-CAMPANHA

Nonato propõe intercâmbio cultural e transformação do Paço em museu

Comentários:
publicado em 12/05/2012 às 12h57
A- A+

 O pré-candidato a prefeito de João Pessoa pelo PPS, jornalista Nonato Bandeira, apresentou, neste sábado (12), propostas para a Capital paraibana na área da cultura: a criação de um museu no prédio onde hoje funciona o Paço Municipal e o intercâmbio cultural entre os bairros.

Nonato ressaltou a importância de descentralizar a cultura do município e promover a interação das produções feitas em cada bairro de João Pessoa por meio das caravanas culturais. “Muito foi feito pela valorização da cultura nesta gestão, mas precisamos valorizar cada vez mais as produções locais. Um bairro não conhece a produção do outro. Queremos fazer esta interação com caravanas culturais e com o projeto Domingo no Parque, fechando a Lagoa aos domingos com atividades artísticas e recreativas".

Bandeira lembrou também de projetos que no passado deram certo, como o Araponga, tendo à frente personalidades como Carlos aranha e Raimundo Nonato Batista, que levava arte às comunidades. Para Nonato, é fundamental estabelecer o fundo de cultura com foco em toda a produçáo artística da cidade, além da criação de um grande museu, que hoje a cidade náo tem e que, além de preservar nossa memória, sirva de visitação aos estudantes os visitantes. “O museu que queremos criar no Paço Municipal, hoje defasado como espaço administrativo, será mais uma alternativa de lazer e cultura ao pessoense e ao turista. João Pessoa tem vários acervos, mas falta um museu bem equipado, acessível e moderno. Esta será mais uma ação que estamos propondo para revitalizar o Centro da Capital", confirmou Nonato.

Nonato disse estar estudando diversas formas de fomentar o turismo de João Pessoa, para que a capital ganhe cada vez mais visibilidade e atraia turistas, de forma não predatória para os moradores. “Nossa cidade e toda a região são muito ricas em atrativos em todas as áreas. Religiosa, ambiental, esportiva e cultural. Queremos desenvolver o turismo para que gere emprego e renda para a população, mas que seja feito de forma organizada e controlada. Em muitas capitais do Nordeste, onde o turismo é forte, há aumentos abusivos de preços e depredação do patrimônio. Não queremos que aconteça isso com João Pessoa”.

Assessoria

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!