João Pessoa, 14 de maio de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EM SÃO PAULO

Veja detalhes do acidente que matou mulher de vice-prefeito e assessor de José Maranhão

Comentários:
publicado em 14/05/2012 às 23h48

Uma batida de carro matou Vanderli Souto, esposa do jornalista Idácio Souto, assessor particular do ex-governador José Maranhão (PMDB) e vice-prefeito do município de Nova Olinda, no Sertão do Estado.

O acidente aconteceu na noite desta segunda-feira em São Paulo, nas proximidades do Aeroporto de Cumbica.

Segundo relato do próprio Idácio, o casal se deslocava para o aeroporto de volta à Paraíba, depois de uma visita ao filho, num carro Fiat Doblô quando um veículo em alta velocidade atravessou e provocou a colisão. Antes de chegar a São Paulo, eles tinham passado uma semana na Europa.

Vanderli estava sem cinto de segurança no momento. Ela bateu a cabeça no vidro lateral do carro. A pancada foi fatal. Ela morreu no local.

Impacto – O ex-governador José Maranhão tomou conhecimento do fato envolvendo Vanderli, de quem era amigo pessoal, ao vivo durante o programa Rede Debate, da RCTV, canal fechado de televisão em João Pessoa.

Maranhão ficou visivelmente impactado com a notícia e se solidarizou com o jornalista e família. Ao término do programa, o ex-governador conseguiu contato com Idácio, ainda abalado com a morte da esposa.

Conforto – “Nessa hora não há palavra que possa comportar essa perda”, disse Maranhão ao amigo, por telefone, ainda nos estúdios da RCTV.

Antes do jornalista Heron Cid, um dos participantes da entrevista, divulgar a informação, assessores de Maranhão evitaram informá-lo da tragédia porque sabiam do impacto que geraria no emocional do ex-governador e pré-candidato a prefeito da Capital.
 

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também