João Pessoa, 23 de novembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
desocupação em dubai

Pessoas usavam moradias para crimes, diz secretário

Comentários:
publicado em 23/11/2021 às 15h17
atualizado em 23/11/2021 às 15h33
A- A+
Reprodução: MaisTV

A operação de desocupação da comunidade Dubai, deflagrada na madrugada desta terça-feira (23) com objetivo interromper a moradia ilegal num ambiente de preservação ambiental, seguirá nos próximos dias e terá desdobramentos. Pelo menos é o que garantiu o secretário de Segurança Pública do Estado, Jean Nunes. Um dos focos a ser apurado é o tráfico de drogas na localidade.

“É a maior operação de reintegração e retomada de área tomada pela criminalidade aqui no estado. Temos casos nítidos de pessoas que eram utilizadas para ocupar espaços com argumento de moradia quando, na verdade, se tinha por trás disso um grupo de pessoas já identificadas, alguns já presos algumas semanas atrás, outros sendo presos agora e outras prisões virão. É uma série de crimes cometidos. Isso tudo está sendo documentado para apresentar ao Ministério Público. Estamos continuando com a ação, é uma área grande, tem uma certa quantidade de ambientes.”, explicou o secretário.

Além da ocupação numa área de preservação de mata atlântica, no local também havia um esquema de tráfico de drogas e de vendas ilegais de terrenos. Essa comercialização, ainda segundo o secretário, era feita através de redes sociais e aplicativos de venda.

“ (Vamos) derrubar todas essas residências, ambientes ilegais, que não estavam servindo para moradia, mas, a grande parte, para ser vendidas em redes sociais; e vendidas a altos preços, inclusive. As pessoas estão sendo identificadas, mas observe que não é um ambiente somente de crime ambiental, é um ambiente também de tráfico de drogas. Armas que estavam enterradas já foram apreendidas. Era um ambiente em que a própria população de bem que se encontrava nas imediações (agora) se sente libertada desses criminosos.” detalhou Jean Nunes.

Famílias serão transferidas para escolas

De acordo com a Polícia Militar, mais de 400 famílias ocupavam irregularmente a área. Enquanto a operação desocupa essas pessoas do local, elas serão transferidas e acolhidas no Centro Profissionalizante Deputado Antonio Cabral (CPDAC), segundo informou a secretaria de habitação do município de João Pessoa.

Ocupação ilegal

A comunidade Dubai fica localizada numa área de preservação ambiental, com 15 hectares de mata atlântica. Segundo as investigações da Polícia Militar, que participa da operação, os moradores do local precisaram derrubar árvores e promover queimadas, para então construir casas no local. Portanto, uma boa parte da mata foi devastada.

Veja vídeo 

MaisPB

MaisTV

Prefeitura cancela réveillon na Orla de João Pessoa

VÍDEO - 29/11/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas