João Pessoa, 18 de maio de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
covid-19

JP inicia serviço de testagem rápida da população

Comentários:
publicado em 18/05/2021 às 07h58
atualizado em 18/05/2021 às 06h39
A- A+

A Prefeitura de João Pessoa iniciou, na noite desta segunda-feira (17), uma ação de testagem rápida para a Covid-19. O local escolhido foi o Busto de Tamandaré, com o apoio do Consultório na Rua da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O serviço itinerante vai ficar no local por uma semana. Nesta primeira noite foram registrados 27% dos casos como positivos para Covid-19 (11 do total de 40 testes realizados em algumas horas). Os exames são realizados através do método em que o paciente tem o resultado em apenas 15 minutos.

Em caso de ser detectado algum sintoma de síndrome gripal, está sendo realizado o teste RT/PCR SWAB. A coleta do material é feita através de hastes flexíveis que são inseridas no nariz e o resultado desse exame mais específico é revelado após 72 horas, através dos telefones 3214-7938 ou 3218-7181.

André Gonçalves, gerente da Vigilância em Saúde, destaca que o teste está disponível para qualquer pessoa que procure o serviço e que o ônibus do Consultório na Rua percorrerá mais localidades na cidade, realizando os testes. “João Pessoa largou na frente em uma série de fatores na luta contra a Covid em relação às demais Capitais. Mas apesar da queda dos óbitos, precisamos conscientizar a população a manter os cuidados, porque a pandemia ainda não acabou”, ressaltou.

Para Ricardo Fernandes, advogado e morador da Capital, a Prefeitura está fazendo a parte dela, promovendo decretos, incentivando o isolamento social, fiscalizando o comércio, mas a população também precisa colaborar. “As pessoas acham que a pandemia acabou. Que a vacinação vai fazer tudo voltar ao normal simplesmente de uma hora para outra, e não é bem assim. Todos precisam entender que é hora de fazermos nossa parte. Continuar tomando os cuidados, usando álcool em gel, mantendo distanciamento, usando máscaras e evitando aglomerações”, completou.

MaisPB

MaisTV

Paraibanos relatam prejuízos com a alta da inflação

alimentos caros - 16/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas