João Pessoa, 08 de fevereiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
TRANSFERÊNCIA

Pacientes de Manaus com Covid chegam em JP

Comentários:
publicado em 08/02/2021 às 06h23
atualizado em 08/02/2021 às 07h53
A- A+
Foto: HULW

Mais 15 pacientes de Manaus com Covid-19 desembarcaram em João Pessoa por volta das 20h desse domingo (8). Os pacientes foram internados na nova Ala Covid-19 do HULW, inaugurada no último dia 1º de fevereiro.

Do total de transferidos, nove são do sexo masculino e seis, do sexo feminino, com idades entre 26 anos e 62 anos.  Além dos 20 leitos de enfermaria, o Hospital Universitário tem sete leitos de UTI à disposição de pacientes contaminados pelo coronavírus (SARS-CoV-2).

Os manauaras saíram da capital do Amazonas por volta das 15h40 do domingo em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) que, por questões de segurança, realizou pouso técnico às 18 horas em Belém, no Pará, chegando em solo paraibano após as 20 horas. No aeroporto, 15 ambulâncias da Secretaria de Estado da Saúde estavam a postos para o transporte até o HULW.

“O HULW foi dimensionado pela Ebserh/MEC, junto ao Ministério da Saúde, para acolher, mais uma vez, pacientes oriundos de Manaus para tratamento da covid-19. Assim como na primeira operação, essa ação foi um sucesso. Com o comprometimento e a competência de toda a equipe, vamos prestar a melhor assistência aos nossos irmãos amazonenses”, disse o superintendente do HULW, Marcelo Tissiani.

O secretário-executivo da Saúde, Daniel Beltrammi, destacou o aparato logístico montado para receber esses pacientes, com a viabilização de 15 ambulâncias, sendo sete de suporte avançado (UTI Móvel). “Esse é o terceiro desembarque do povo amazonense aqui na Paraíba. Em momento de crise sanitária, que se reflete em tragédia humanitária, se exige só um tipo de gesto: solidariedade. Mais uma vez, estamos nessa enorme operação junto ao Hospital Universitário Lauro Wanderley”, disse.

O HULW-UFPB está disponibilizando leitos para os pacientes do Amazonas graças a uma rede de apoio nacional que envolve o Ministério da Educação (MEC), por meio da Ebserh, o Ministério da Saúde (MS) e a Força Aérea Brasileira, responsável pelo transporte dos amazonenses. Em nível local, a ação também conta com o apoio da Prefeitura de João Pessoa e do Governo do Estado da Paraíba.

O reitor da UFPB, Valdiney Veloso, lembrou que o Hospital Universitário Lauro Wanderley ampliou a oferta de atendimento com a inauguração da nova Ala Covid-19 e destacou que a instituição continua prestando o seu papel com excelência. “Essa ação também fortalece a parceria local entre Universidade Federal da Paraíba, Hospital Universitário Lauro Wanderley, município e Estado, e mostra que a união é muito importante para o êxito de operações dessa magnitude”, disse Veloso, que acompanhou toda a acolhida aos pacientes de Manaus.

Para receber os pacientes, o HULW organizou uma operação para montar toda a estrutura necessária, como redefinição de fluxos, reorganização das equipes e redistribuição de leitos, entre outras ações, além de treinamento dos profissionais. Em todo o país, uma rede de apoio foi criada e mais de 200 leitos foram disponibilizados em hospitais administrados pela Ebserh, numa ação coordenada pelo Ministério da Saúde.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!