João Pessoa, 26 de março de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
lei da fila

Procon ‘acampa’ em agências bancárias de JP

Comentários:
publicado em 26/03/2019 às 18h11
atualizado em 27/03/2019 às 07h01

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor vai ‘acampar’ em agências bancárias, a partir da próxima segunda-feira (1º de abril), em operação de fiscalização para cumprimento da Lei das Filas. Além de autuar o banco devido à desobediência no horário de atendimento previsto nas leis municipal 8.744/1998 e na estadual 9.426/2011, o Procon-JP vai lavrar auto de constatação para os consumidores.

Segundo o secretário Helton Renê, o auto de constatação vai substituir a anotação na hora do atendimento na boca do caixa. “Sabemos que muitos caixas se negam a anotar no papelzinho da senha de chegada, a hora em que o cliente foi atendido. Os fiscais do Procon-JP farão ‘acampamento’ inclusive para fornecer o auto de constatação dos consumidores que quiserem ingressar na justiça por descumprimento à legislação”.

As leis municipal e a estadual preveem que o atendimento nos bancos deve ocorrer em até 20 minutos em dias normais, em 30 minutos em dias de pagamento de funcionários públicos municipais, estaduais e federais e em 35 minutos em dias atípicos como véspera e o dia seguinte a feriados. O descumprimento dessa legislação prevê pagamentos de multas e até o cancelamento do alvará de funcionamento da agência em questão, se houver uma terceira reincidência.

Ação na justiça – O consumidor que permanecer em fila de banco além do tempo que está previsto nas leis deve acionar o Procon-JP enquanto estiver em espera para que a autuação à agência seja imediata e para receber o auto de constatação do tempo que ficou na agência, que está registrado na senha que recebe quando escolhe o tipo de atendimento. “O documento do Procon-JP pode servir para uma possível ação na Justiça por danos morais que poderá caber, inclusive, indenização monetária”, salienta Helton Renê.

Possibilidade real – Ele explica que devido ao reconhecimento em diversas Câmaras Recursais dando ganho de causa aos consumidores por descumprimento à Lei das Filas, existe a real possibilidade de indenização para a pessoa prejudicada. “Como o desrespeito à legislação é muito grande, o consumidor precisa denunciar em todas as instâncias que tem à sua disposição. A falta de punição é que provoca a reincidência da infração e se as pessoas não denunciarem acaba ficando por isso mesmo”.

Tempo de espera em filas de bancos:
20 minutos: dias normais;
30 minutos: dias de pagamentos a funcionários públicos municipais, estaduais e federais;
35 minutos: véspera e dia seguinte a feriado.

Mais PB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também