João Pessoa, 18 de dezembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
PESQUISA

Aeroporto de JP tem alta de 21% em temporada

Comentários:
publicado em 18/12/2018 às 14h37
atualizado em 18/12/2018 às 17h07

O Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, em Bayeux (PB), região metropolitana de João Pessoa, deve receber cerca de 130 mil passageiros entre os dias 17 de dezembro a 6 de janeiro de 2019. O número foi divulgado pela Infraero e representa uma alta de 21% em relação à movimentação registrada entre 18 de dezembro de 2017 e 7 de janeiro de 2018, quando foram contabilizados 102.611 embarques e desembarques no terminal.

Ainda segundo a empresa, devem chegar e partir do aeroporto paraibano 444 aeronaves, aproximadamente 15% a mais que a alta temporada passada, quando foram registradas 372.

Nos 45 aeroportos da Rede Infraero com voos regulares, a expectativa, no período, é de receber cerca de 5 milhões de passageiros, entre embarques e desembarques. O número é próximo ao movimento realizado entre 18 de dezembro a 7 de janeiro deste ano, quando 5,06 milhões de pessoas chegaram e partiram nos mesmos terminais.

A estimativa considerou a oferta de assentos das companhias aéreas para a alta temporada 2018/2019 e orientou um plano de ação que dará fluidez, conforto e segurança a quem vai viajar de avião.

Já o movimento de aeronaves deve ser de aproximadamente 42 mil pousos e decolagens no período. Na temporada passada, foram 42,7 mil chegadas e partidas.

De acordo com a Infraero, os trabalhos de preparação para a alta temporada foram iniciados em novembro, quando manutenções preventivas priorizaram esteiras de despacho e restituição de bagagens, sinalização de pista, pontes de embarque, escadas rolantes, raios-x e detectores de metal, entre outros.

“Esse cuidado prévio vai garantir que passageiros, companhias aéreas e demais clientes dos nossos aeroportos tenham uma passagem tranquila pelos terminais, sejam eles de grandes cidades ou do interior do Brasil, afirma o diretor de Operações Serviços Técnicos da INFRAERO, João Márcio Jordão.

O monitoramento dos aeroportos também será reforçado com supervisores em todas as etapas de embarque e desembarque.  Eles terão capacidade para atuar na correção de qualquer situação que possa prejudicar as operações. Junto com eles, equipes de limpeza e manutenção vão intensificar suas atividades, com atenção especial para os horários de maior movimento, garantindo que a demanda seja bem atendida.

Convergência

As operações nos aeroportos de Congonhas, Santos Dumont, Curitiba, Recife e Manaus serão coordenadas pelos Centros de Gerenciamento Aeroportuário (CGA) localizados nestes terminais. O objetivo acompanhar, em tempo real, o funcionamento das instalações e conceber e implantar medidas para melhorar o funcionamento destes terminais para passageiros e aeronaves nas 24 horas do dia.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também