João Pessoa, 11 de abril de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Odilon Fernandes – advogado, escritor, professor e procurador federal aposentado.

A Mesóclise do Atual Momento no BRAZIL

Comentários:
publicado em 11/04/2017 às 21h40

Meu cunhado, renomado médico em Brasília e possuidor de uma grande cultura, mas extremamente secreto traduziu em uma conversa que mantivemos naquela Capital a atual conjuntura política e institucional da falasiosa Democracia do nosso País que ainda é BRAZIL, com Z mesmo, diante do comportamento retrogrado da maioria dos nossos políticos.

Repete-se que se vive aqui há séculos, homem com fala mansa, voz empostada e postura professoral, características de centenas de pessoas, na seara governamental que detêm personalidades voltadas para hipocrisia, conspirações contra o nosso povo e que afloram constantemente dependendo das circunstâncias.

No diálogo em que foram enumeradas algumas Mesóclises e diante da manifestação do nosso repúdio há manobras institucionais de seguimentos dos três poderes, ficou evidenciada a possível semelhança no momento atual com golpes e mais golpes anteriores, repetindo-se a flagrante evidência da superação das vaidades, ganância e sede de poder aos interesses nacionais.

Uma curiosidade que causa espécie é que hoje temos mais de 100 (cem) condenados e todos são unânimes em professar sua inocência, aqui a séculos ninguém pediu ou pede perdão ao povo.

Seguem para reflexão algumas Mesóclises que poderiam traduzir o perfil de algumas “autoridades”:

CONSERTA-LOS-EI                                                                         QUEM???

SALVA-LOS-EI                                                  GILMAR MENDES

COME-LOS-EI                                                   SARNEY/BANDEJA

PROTEGE-LOS-EI                                                               FUX/TOFOLLI

PURIFICA-LOS-EI                                                            BISPO MALAFAIA

COORDENA-LOS-EI                                                          TEMER/RENAN

CHEFIA-LOS-EI                                                   EDUARDO CUNHA

NOMEA-LOS-EI                                                   PADILHA/CAIADO

FINANCIA-LOS-EI                                     ANDRE ESTEVES/FENABRAN/FIESP

RECOMPENSA-LOS-EI                                                                                     SKARF

GOLPEA-LOS-EI                                     ANASTASIA/AÉCIO/ALUISIO NUNES

BLINDA-LOS-EI                                                  ALEXANDRE MARQUES

MINISTERIA-LOS-EI                                             MOREIRA FRANCO

COMPENSA-LOS-EI                                                        JUCA

MARQUETING-LOS-EI                                     GLOBO/FOLHA DE SÃO PAULO

ABSOLVE-LOS-EI                               CELSO DE MELO/MORO/GILMAR MENDES

MEDIA-LOS-EI                                                                                   EDITORA ABRIL

GRATIFICA-LOS-EI                                                         MULTI/FMI/SHEL

COMPARTILHA-LOS-EI                                                   NOSSO PRÍNCIPE (FHC)

CASAR-TE-EI            COM UMA MULHER BELA RECATADA E DO LAR (DÓLAR) DUDU E AÉCIO

PRESENTEA-LOS-EI    COM CARTÃO COORPORATIVO, CONTRA TRUST, ESCOLA DE TENIS NO USA

DAR-LHE-EI                                    UM SLOGAN POSITIVISTA DEFINIDO POR

MICHELZINHO COM A CONFIGURAÇÃO DE                             22 ESTADOS E DO DF(1960)

PERDOA-LOS-EI                  COM A TENRA IDADE DO INFANTE TAL QUAL DOM PEDRO II

CONCEDE-LOS-EI              A FOME ETERNA POIS POBRE DE BARRIGA CHEIA É UM PERIGO

Infelizmente, entre nós prevalece os interesses pessoais dentro do mundo político em detrimento das necessidades de educação, segurança, saúde, infraestrutura, de qualidade, demonstrando-se isso, com a falta de papel higiênico nas escolas públicas, de água potável, de alimentação saudável, diante das estradas que são construídas com três centímetros de espessura de asfalto, diante das polícias não instrumentalizadas através de formação adequada, diante dos hospitais em que as pessoas morrem esperando atendimento e com grotesco exemplo dos nossos professores de ensino médio, que não ganham nem o suficiente para viver com dignidade, desestimulando quaisquer dos seus alunos a seguirem a carreira do magistério.

O que mais vemos entre nós, são golpes onde vice-presidentes assumem o poder sem ter sequer um voto, suplentes de senadores, idem.

Pode-se dizer que na nossa tradição, o setor governamental vive mergulhado no mais absoluto autismo, alheio as necessidades sociais, aos interesses do país.

É hora de cumprir o que reza a Constituição, principalmente do que tange ao princípio de que todos são iguais perante a lei sem existir aposentadorias com 49 (quarenta e nove) anos de contribuição e outras com 08 (oito), combatendo-se uma política permanente de Estado, a corrupção, abuso de autoridade, o instituto da “carteirada”, teto constitucional de salário cheio de penduricalhos, quando a lei diz que tudo o que se recebe do ponto de vista financeiro in natura, é salário indireto.

Estas são considerações que se aplicam em todos os momentos da vida nacional, cujo os quadros de pessoal poderiam como atualmente, hipoteticamente, ser objeto das mesóclises citadas.

Que todos nos perdoem por não sermos uma geração capaz de evitar o caos, os descalabros que vivemos.

Leia Também