João Pessoa, 12 de dezembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

O salário moral

Comentários:
publicado em 12/03/2012 às 11h10

Quando lá nos meus não tão distantes 12 anos decidi
ser jornalista – se é que podemos chamar de escolha o que
Deus nos empresa como vocação – nunca sequer refleti
se o dom herdado do meu pai me daria sustento, fama ou
acúmulo de bens. Sempre fui movido pelo prazer e devoção
de fazer o que gosto. Aliás, esta é a única coisa que sei fazer
na vida, bem ou mal, e que garante provisão ao meu lar.

A remuneração, o prestígio e os seus frutos são
conseqüências naturais do caminho de quem empreende
a alma no ofício abraçado. Por mais piegas que pareça,
quando se faz um balanço sincero, o salário que realmente
importa conta como saldo positivo não é o depósito registrado todo fim de mês na conta bancária.

“Antecipando a leitura dos periódicos do domingo,
não contive a emoção ao fazer a leitura da sua coluna
(ontem) sob o título Maniqueísmo. É impressionante como
em poucas palavras você conseguiu traduzir um sentimento da observância de milhares de paraibanos sobre a
ótica política da ‘Paraíba de hoje’. A coragem que lhe serve, pode ter certeza, é a que lhe faz um dos profissionais
mais dignos e justos nessa nossa marcação”, endereçoume figura que faço questão de manter no anonimato.

Perdoe-me o cabotinismo. Essa é daquelas coisas impossíveis da gente guardar. Sobretudo, porque partiu de
quem até teria ‘motivo’ de nunca externar o que disse.

Nunca é tarde – A Coluna se redime
de notinha publicada no
Carnaval dando conta
do paradeiro do ministro
Aguinaldo Ribeiro, que
preferiu se isolar na praia
de Camboinha (Cabedelo).

Saldo e perspectivas da viagem  O vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) encerrou sua missão em Lisboa e já amanheceu ontem no seu
regaço, Campina Grande. Em contato com a Coluna, revelou diálogo com duas redes internacionais de hotéis.
Os famosos grupos Pestana e Tívoli sinalizaram interesse em estender seus negócios ao solo paraibano.

Já passou da hora – Rômulo, que manteve agenda com o embaixador brasileiro em Portugal, Mário Vilalva, saiu convencido, depois
dos múltiplos contatos com empresários, de que a Paraíba
precisa atrair urgentemente um vôo internacional que nos
ligue à Europa.

Recolhido aos aposentos – Depois de uma semana de compromissos no exterior,
o gordinho dedicou todo o domingo para o contato familiar e descanso. Só interrompeu o longo sono da tarde para
assistir o irresistível Fla X Flu, obviamente torcendo pelo
seu Flamengo.

Em campo – O habilidoso presidente da Assembléia Legislativa, Ricardo Marcelo
(PSDB), foi flagrado neste
fim de semana em intensos
contatos políticos em Campina Grande.

Pra bom entendedor – Por onde passou e nas
conversas mantidas, era
sempre tratado e lembrando
como potencial senador. Em
nenhum momento repreendeu torcedores. No máximo
sorriu.

Cabo eleitoral – Um dos entusiastas
da tese em Campina é o
ex-deputado Walter Brito
(PPS). “Já tem muita gente
que torce e aposta todas as
fichas em Ricardo Marcelo
para o Senado”.

Vulnerabilidade – Encontro deputado da
base governista e pergunto
pela situação da bancada
na Assembléia. Para minha
surpresa: “Nós só contamos
hoje com 13 votos seguros”.

Ponto G – A justificativa: “O
governo tem que ceder
alguma coisa. Quem chegou
agora até que se acostuma,
agora os demais que sempre
tiveram estrutura, não
agüentam. E tão certos”.

Reparo – Na verdade, garantiume fonte creditícia, Aguinaldinho não curtiu e nem muito menos gastou fortuna com reforma. Convidado que foi, ele veraneou nacasa de um amigo.

Será? – Adversários espalharam no fim de semana na
ágora de Campina que o
prefeito Veneziano Vital
(PMDB) teria ficado contrariado com números de
recente pesquisa.

Espinafrada – “Ela (Tatiana) precisa
trabalhar, sair dos microfones e resolver. Tem que
parar de falar. É preciso ter
ação”. Da deputada Daniella Ribeiro (PP) sobre o
IDSUS de Campina.

De olho nos índices – Em mensagem à Coluna, o secretário de Educação, Afonso Scocuglia,
comemorou a decisão do
governador de fazer das escolas técnicas uma política
prioritária de governo.

Estrutura e valorização – Scocuglia ressalta o 14º
salário para os professores e
a construção de 35 escolas,
a ampliação de outras 88 e a
reforma de mais 72 unidades
escolares, via Pacto Social.

Assembleia – O Conselho Regional de Administração da
Paraíba realiza a partir
desta quarta, no Hardman
Praia Hotel, a 1ª Assembleia
de Presidentes do Sistema
CFA/CRAs de 2012.

Pingo Quente

Nada é definitivo”.

(Do senador Cícero Lucena (PSDB) comentando a candidatura de Zé
Maranhão (PMDB) e crente em aliança dos dois já no primeiro turno)

Leia Também