João Pessoa, 20 de janeiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
POSTURA

Anísio diz que nem Dilma fará ele voltar atrás em voto contra veto de Ricardo Coutinho

Comentários:
publicado em 12/11/2014 às 18h57

O deputado estadual Anísio Maia (PT) declarou, nesta quarta-feira (12),  que não voltará atrás em voto contrário a veto do governador Ricardo Coutinho (PSB) sobre matéria que trata do reajuste dos servidores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Mesmo se afirmando integrante da base governista na Assembleia Legislativa da Paraíba, Anísio Maia disse que nem a presidente Dilma Rousseff (PT) fará ele mudar um voto já proferido na Casa Epitácio Pessoa. 

“Não tem homem no mundo que faça Anísio Maia mudar um voto. Todas as matérias que estão aqui, e que eu já votei, anotem e me cobrem: eu não voto e podem vir Dilma Rousseff me pedir que eu não voto. No caso da UEPB, eu já votei favorável e votarei novamente pela derrubada do veto. Isso não quer dizer que sou contra o governo. Um deputado não tem que,  torda hora,  ter que baixar a cabeça. Tem que ter idéias próprias ”, disparou Anísio Maia em a Rádio Arapuan FM.

Anísio Maia disse que, mesmo sendo um deputado governista, ele deve ter vontade própria em sua postura.

“Somos aliados, partidários, mas não seremos subalternos. Nós estaremos mantendo a nossa postura aqui na casa, inclusive, fazendo críticas quando forem necessárias. Do governo sim, mas também com a liberdade para criticar para o governo avançar”, garantiu.

Roberto Targino – MaisPB
 

Leia Também