João Pessoa, 01 de maio de 2017 | --ºC / --ºC 01:43 - 0.5 | 08:06 - 2.3 | 14:26 - 0.5 | 20:49 - 2.1 $ Dólar 3,17 - € Euro 3,46

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Desde 1993 exerce as funções de Diretor Executivo da AETC-JP. Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

2/Outubro, a passarela do Renascer

Comentários:
13/08/2012 às 09h29
A- A+

Recentemente, em um dos programas radiofônicos jornalísticos das 18 às 19 horas levados ao ar na Grande João Pessoa, ouvimos seus apresentadores falando  – e falando mal – sobre a falta das obras alusivas à passarela para pedestres à saída/entrada do Conjunto Residencial Renascer, na estrada de Cabedelo.

Ah, como daqui deste espaço também já discorremos sobre a falta de uma ação governamental para minimizar tanto a questão da segurança na travessia dos pedestres (naquele trecho da BR-230) quanto ao aspecto dos congestionamentos diários, especialmente das 6 às 8 horas da manhã em que parte da causa é essa falta da passarela!…

A responsabilidade pela construção da passarela caberia ao DNIT, órgão do governo federal, já que se trata de uma rodovia BR. Mas, diante da omissão do DNIT, o governo da Paraíba resolveu diretamente assumir tal responsabilidade e em janeiro deste ano 2012, como que festivamente, anunciou a assinatura da ordem de serviço para aquela obra. Aliás, foi isto que naquele programa radiofônico das 18 às 19 horas seus apresentadores recentemente falavam, criticando que o governo da Paraíba só fizera a festa do anúncio, enquanto que a obra, efetivamente, não se via!

Mas, a obra há! Já está em execução! Quem passe por aquele trecho da BR-230, à entrada/saída do Renascer, pode constatar não só a instalação de vigas que apontam o início da obra, mas, também, uma placa do Governo do Estado informando que se iniciou em 2 de abril (ou seja, há mais de 120 dias) e que o prazo para sua conclusão (claro, contando desde 2 de abril) é de 180 dias. Quer dizer: o governo estadual estima que a partir de 2 de outubro a população do Renascer já conte com maior segurança em suas travessias na BR-230 e que a população da Grande João Pessoa veja minimizado aquele vergonhoso congestionamento de todos os dias, em que cada veículo está gastando entre 6 a 10 minutos em um percurso de 500 metros, distância esta que é pra se gastar apenas 30 segundos a uma velocidade de 60 km/h.

A passarela por si só não vai resolver toda a questão do congestionamento, vez que algo a mais precisa urgentemente ser realizado para racionalizar os contornos (ou retornos) dos veículos que entram e/ou saem do Renascer, um entrar e sair sem qualquer racionalidade técnica dentro do ponto de vista da engenharia de trânsito.

Entretanto, essa passarela do Renascer, que o governo estadual estima e a população torce que esteja mesmo pronta em 2 de outubro, já é um passo muito importante para a segurança na travessia da BR-230 e para minimizar a queima desnecessária de combustível por cerca de 2 mil veículos, todas as manhãs, entre 6 e 8 horas, com prejuízos também ao meio ambiente!
 

Leia Também