João Pessoa, 20 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de vice-presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

A passarela, agora, vai!

Comentários:
publicado em 28/01/2013 às 09h45

É sobre a passarela da BR-230, no em frente ao Renascer, “estrada de Cabedelo”, que mais uma vez nos reportamos, desta feita para dizer “agora, vai!”. E assim acreditamos porque no órgão oficial, A União, saiu sábado (19 de janeiro) notícia sob a manchete “Passarela na BR-230 – Obra será entregue em março”, isto na página 13 de nosso centenário jornal.

De sua parte, e sem ainda ter tido conhecimento da notícia trazida pelo jornal A União, neste domingo, 20 de janeiro, foi o jornalista Abelardo Jurema, em sua coluna do Correio da Paraíba, naquele espaço “Sobe, Desce”, que, no “Desce”, escreveu: “A construção da passarela sobre a estrada de Cabedelo, no trecho em frente ao conjunto Renascer, continua sendo um desafio para o Governo e para a empresa responsável pela obra que se arrasta há vários meses e que, pelo visto, somente deverá ficar pronta após o veraneio que está chegando ao fim e que é a época de maior movimento naquela rodovia”. A considerarmos que o veraneio dá-se no máximo até fevereiro, Abelardo acertou. “A obra será entregue em março”.

Alguns dias atrás escrevemos artigo sob o título “RC, CP e a passarela”, no qual abordamos exatamente este assunto, pegando o mote que o empresário Roberto Cavalcanti (RC) também em artigo discorrera criticando a lentidão de uma pequena obra como a da passarela do Renascer. E dissemos que o superintendente do DER-PB, Carlos Pereira (CP), ponderara, brincalhonamente, que preferia não mais sinalizar quanto nova data para a conclusão da obra diante das várias ocorrências de ordem técnica, inesperadas, que provocaram o atraso, preferindo ele mesmo fazer a pergunta: “Será que a inauguração vai ocorrer no carnaval?” E de nossa parte, naquele artigo, ousamos responder dizendo “não”, e, “sim, só alguns dias depois do carnaval”.

Mas, como “antes tarde do que nunca”, importante é que agora a passarela vai mesmo ser concluída e entregue “em março”, vez que desta feita a informação é oficial, se bem que tenha havido um lapso nesse informe quanto a ter dito que “a obra foi iniciada em setembro de 2012 e está sendo entregue dentro do cronograma previsto pelo DER”. Se lapso não ocorreu nessa informação, erro existe na placa governamental exposta ao lado da obra, onde consta: “início da obra – 02/04/2012; prazo de execução – 180 dias”. Quer dizer: pelo informe que está escrito na placa, a obra deveria ter sido concluída em 02/10/2012. E mesmo que consideremos que houve uma prorrogação de 90 dias, esse prazo foi até 02/01/2013. O mais importante, porém, é que se conclua a passarela, o mais breve que se puder, porque, independentemente do veraneio, nos 500 metros que se percorre nos dias comuns, por ali, leva-se de 5 a 10 minutos, tal o congestionamento.
 

Leia Também