João Pessoa, 16 de janeiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EM SANTOS

Idoso que matou enteado deixou carta antes de tirar a própria vida

Comentários:
publicado em 08/12/2014 às 09h11

O idoso que matou um garoto de 12 anos em Santos, no litoral de São Paulo, neste domingo (7), deixou uma carta ao dono da casa na qual ele e o menino moravam, com uma quantia em dinheiro e uma ordem para queimar os pertences que o locador, identificado na carta como Maurício, não quisesse.

José Américo Simões, de 72 anos, escreve na carta "que tudo que tem no local é meu". O idoso também diz para Maurício "tacar fogo" no que não servir, e que Rejane Pereira, de 46 anos, ex-companheira de José, "não pode pegar nada".

Ao final do bilhete, o homem afirma que deixou uma quantia para pagar o aluguel mais R$ 350.

Crime

José Américo matou Matheus Felipe de Pereira Sena, de 12 anos, e depois cometeu suicídio após a mãe do garoto, Rejane, de 46 anos, ter terminado a relação entre os dois.

O crime aconteceu às 10h30. Antes disso, José Américo ligou para uma cunhada dizendo que iria matar o menino e que depois tiraria a própria vida.

O enteado morava com José em uma casa no bairro Chico de Paula por conta da proximidade da residência com a escola onde o jovem estudava.

O caso foi encaminhado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) da cidade.

G1

Leia Também