João Pessoa, 14 de dezembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de vice-presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

O que falta pra´s faixas de ônibus? (II)

Comentários:
publicado em 25/11/2013 às 11h53

Voltamos a este tema porque, na semana que passou, vários dos leitores deste espaço do MaisPB questionaram-nos se não estávamos sendo muito “políticos” em afirmarmos que a Semob queira mesmo implantar, urgentemente, mais faixas exclusivas para os ônibus do transporte coletivo!… O jornalista Heron Cid, por exemplo, foi um desses que, ele no programa radiofônico Correio Debate, da Rádio Correio 98 FM, mostrou-se surpreso como um sistema de transporte coletivo que transporta cerca de 70% da população (em seu ir e vir diário) não conte com uma única faixa exclusiva para cumprimento de seus percursos “dentro dos horários previstos”. E foi o próprio Heron Cid quem se admirou: “Como é que pode um sistema que transporta 70% de sua população só contar com 3 km de faixas exclusivas em uma cidade que já implantou 45 km de faixas preferenciais, de forma merecida, para as bicicletas?”.

Da vez anterior já disséramos que essa questão seria solucionada “já, já” porque o prefeito Luciano Cartaxo (“antenado” com as aspirações da população e efetivamente querendo o melhor para a absolutíssima maioria desta mesma população) já se posicionara para que a Semob assim proceda, urgentemente, a fim de que o transporte coletivo urbano de João Pessoa volte a ser – especialmente porque é uma medida a favor do povo pessoense – uma referência de qualidade no âmbito nacional.

Mas, mesmo diante desse elogiável posicionamento do prefeito Luciano Cartaxo, todos os pessoenses sentimos que está demorando a efetivação da medida para que a Semob defina e pinte as faixas exclusivas caracterizadoras reais da priorização do transporte coletivo.

Isto mesmo! As faixas exclusivas para os ônibus têm a vantagem e a simplicidade de que se bastam apenas com a pintura nas vias. São tintas que se usam para sua implantação. Nem precisam os mais de mil cones que dominicalmente são utilizados para as faixas do lazer em merecido programa em prol dos ciclistas de João Pessoa, o qual também envolve mais de cem agentes da Semob!… Basta – repetimos – a utilização de tinta para identificar as faixas de “ônibus” e com isso alcançar, como a cidade de São Paulo tem alcançado, uma real melhoria no sistema de transporte coletivo urbano, vez que, seja aqui em João Pessoa ou na capital paulista, o que mais o usuário do transporte coletivo reclama é a demora da viagem, são os atrasos dos ônibus porque eles estão misturados com os demais veículos e com as motos, sem receberem efetivamente a priorização que a Semob, como responsável pelo gerenciamento do trânsito e do transporte público da cidade, têm anunciado!

Mas, esta priorização do transporte público ainda não é real! E que nisto sejamos desmentidos: basta a Semob implantar novas faixas para os ônibus, além daqueles 3 km que há tempo já existem!

Leia Também