João Pessoa, 17 de janeiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CLINICAMENTE

Declarada morta, mãe dá à luz a menino nove semanas depois

Comentários:
publicado em 21/12/2014 às 09h28

Uma mãe declarada clinicamente morta em outubro deu à luz um menino nove semanas depois de os médicos concodarem em mantê-la viva por aparelhos para salvar o bebê, de acordo com o jornal britânco "The Daily Mail".

Aos 36 anos, a mulher, cujo nome não foi divulgado, sofreu uma hemorragia cerebral no sexto mês da gravidez e foi levada ao hospital San Raffaele, em Milão, na Itália, mas ela não sobreviveu.

A pedido da família, os médicos concordaram em mantê-la viva por meio de equipamentos para controlar sua respiração e fazer seu sangue circular, enquanto uma sonda no seu estômago transportava os alimentos para o feto.

Nesta semana, ela completou oito meses de gestação e foi feita uma cesárea. O bebê, que é um menino, nasceu com 1,8 quilo e saudável. Um médico no hospital afirmou: "Por trás dessa alegria, não podemos esquecer a dor que a família está sentindo com a perda dessa jovem mulher."

Globo

Leia Também