João Pessoa, 24 de janeiro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
'condições do núcleo familiar'

Pais de Melody terão que dar explicações ao Ministério Público

Comentários:
publicado em 24/01/2019 às 11h11
A- A+

Os pais de Gabriella Abreu Severino, a MC Melody, de 11 anos, terão que dar explicações ao Ministério Público de São Paulo, que apura as “condições do núcleo familiar” da funkeira mirim. Thiago Abreu e Glória Daiane receberam uma intimação no início desta semana para informarem se a menina está matriculada em alguma unidade de ensino. Melody é aluna de uma escola particular de São Paulo. Já a irmã dela, Bella Angel, de 14 anos, estuda em uma escola pública.

A família de Melody está sendo investigada em um Procedimento Administrativo Individual aberto este ano e que está em sigilo por tratar de diretos de pessoa menor de idade, segundo o MP.

Na última terça-feira, Thiago Abreu, conhecido como MC Belinho, anunciou que não cuidaria mais da carreira das filhas. Quem assumiu a função foi a ativista social Sabrina Bittencourt, que terá o auxílio de Glória Daiane. Sabrina foi indicada pelo youtuber Felipe Netto, que na semana passada criticou a sensualização de Melody em suas redes sociais.

A ativista foi a responsável por orientar a família a retirar do ar as contas das meninas nas redes sociais. Apenas no Instagram, Melody tinha 3,6 milhões de seguidores. Sabrina fará uma reformulação da carreira e do estilo das meninas. A mãe das meninas, que acusava o pai de impedi-la de opinar na carreira das filhas, acompanhará de perto as atividades profissionais das garotas.

Em entrevista exclusiva ao EXTRA, na última segunda-feira, Glória Daiane revelou que ela e Thiago estão se separando após 16 anos casados. Ambos ainda viviam na mesma casa, mas em quartos diferentes. A guarda de Melody e Bella ficará com a mãe.

Em nota publicada na terça-feira, além de anunciar o afastamento da carreira das filhas, MC Belinho pediu desculpas “pelos excessos cometidos” na administração da carreira das filhas.

“Venho a público pedir desculpas pelos excessos que cometi em relação à carreira das minhas filhas. Entendo que sou o principal responsável e que não pedi ajuda quando poderia ter feito isso. Peço desculpas à mãe das meninas pelos danos que lhe causei e por ter feito as pessoas acreditarem que eu era um pai solteiro. A Daiane é uma excelente mãe, que acompanha as meninas na escola, que se preocupa com suas notas, que não falta em nenhuma reunião. Eu quis que ela cuidasse só da casa e da vida privada das nossas filhas e eu da parte da carreira”, escreveu ele no comunicado.

Ainda em sua entrevista ao EXTRA, Daiane afirmou que era contra a sensualização das duas filhas e culpou Thiago pelo estilo adotado pelas meninas.

— Nunca fui a favor (da sensualização). Sempre fui contra. Reclamava quando elas usavam roupas curtas, mas elas batiam o pé e o pai também. Nunca consegui ser presente nessa questão da carreira das duas porque estava trabalhando. De repente, comecei a ver minhas filhas com muita exposição e erotização. Reclamava muito. O problema é que ele (Thiago) nunca me escutou — contou.

Extra

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também