João Pessoa, 14 de janeiro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EM JOÃO PESSOA

Maia nega ter ‘fritado’ PP e elogia Aguinaldo

Comentários:
publicado em 14/01/2019 às 12h22
atualizado em 14/01/2019 às 16h26
A- A+

Em visita a João Pessoa, o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, negou, nesta segunda-feira (14), que tenha retirado espaços do Progressistas na 2ª vice-presidência em sua chapa e posição de relator do orçamento em Comissão.

Em João Pessoa, onde se reuniu com deputados federais eleitos e reeleitos em busca de votos para sua reeleição para a Mesa Diretora, Maia considerou “legítimo” que o Progressistas esteja construído outro projeto, teceu vários elogios ao deputado federal paraibano Aguinaldo Ribeiro (Progressista) e disse esperar contar com o apoio do partido.

“Quero que o partido esteja comigo. Não tirei nada de ninguém porque não tenho nada. Quem tem é a proporcionalidade daqueles que fazem parte do bloco. Cada partido, de acordo com o número de deputados, vai tendo direito a sua escolha. Eu não tirei nada de ninguém. O PP ainda não veio para o meu bloco, mas espero que venha, assim como na outra eleição. Aguinaldo foi um grande líder do governo, é um ótimo deputado e espero que possa tê-lo junto conosco”, destacou.

Maia garantiu que tem boa relação com a bancada paraibana e afirmou que encontro com os deputados nesta segunda-feira foi ‘positiva’ e surpreendeu pelo número de presentes, que segundo ele, foi maior do que o esperado. Na pauta do encontro, foi tratado sobre o futuro da Câmara, a importância da independência entre os poderes e de uma agenda que contemple a população.

O deputado preferiu não avaliar sobre votos conquistados através da reunião, mas pediu que PSB reconsidere a posição e o apoie para a reeleição.

Relação com Jair Bolsonaro

O parlamentar negou receber o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Segundo Maia, ele tem recebido o apoio do PSL, mas não do presidente. “O apoio do Governo eu não tenho, nem devo ter. São poderes independentes.”, explica.  Rodrigo destaca que sua relação com o presidente é de ‘respeito’ e independência.

Reforma da Previdência

Maia afirmou que deverá encaminhar para apreciação na Casa a proposta de Reforma da Previdência do governo Bolsonaro. Entretanto, ele defendeu uma reforma que garanta os mesmos direitos e deveres a todos os previdenciários o que, segundo ele, não acontece no atual sistema.

Para Maia, hoje os que se aposentam com mais recursos, se aposentam com menos de 60 anos enquanto que os que recebem um salário mínimo se aposentam com 65 anos, já que muitas vezes não conseguem contribuir com o mínimo de 15 anos.

“Essa Previdência é injusta porque tira dos que ganham menos para dar para os que ganham mais. Quem financia a aposentadoria dos que se aposentam precocemente são os que vão até 65 anos trabalhando. Essa é a mudança que precisa ser feita.  Se fizer essa mudança acaba equilibrando essa distorção e gerando um déficit muito grande”,  destacou.

Nova pauta

Maia também defendeu a construção de uma nova pauta para o país. “A gente precisa construir um novo ciclo. Uma nova relação com a sociedade. As redes sociais estão aí para mostrar isso. Uma Câmara mais transparente, dinâmica e que possa de fato votar o que a sociedade espera o mais rápido possível para  o Brasil sair dessa crise que se arrasta por mais de cinco anos”,, defendeu.

Veja vídeo 

Roberto Targino e Albemar Santos- MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também