João Pessoa, 05 de janeiro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Novas regras

Onyx nega crise entre Bolsonaro e Guedes

Comentários:
publicado em 05/01/2019 às 13h27
atualizado em 05/01/2019 às 17h40
A- A+
Foto: Ueslei Marcelino / REUTERS

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta sexta-feira que não há “ruído” entre o presidente Jair Bolsonaro e seu ministro da Economia, Paulo Guedes, em torno de eventuais mudanças nas regras previdenciárias e destacou que não haverá “ruptura” na reforma da Previdência a ser proposta do governo.

Onyx disse que o presidente quis dar uma “tranquilidade” à população quando afirmou, em entrevista na véspera, que a idade mínima para as aposentadorias dos homens poderia ser de 62 anos e das mulheres, de 57 anos a partir de 2022. O ministro indicou que a proposta de adoção da idade mínima na reforma valerá para servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada.

Ao mesmo tempo que a idade mínima apontada por Bolsonaro é mais baixa do que a prevista na reforma do ex-presidente Michel Temer —que propunha 65 e 62 anos para os homens e mulheres—, o período de transição seria mais curto, uma vez que a nova idade mínima seria alcançada já em 2022.

Reuters

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também