João Pessoa, 16 de dezembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

O Fórum de Trânsito já é realidade

Comentários:
publicado em 16/12/2018 às 15h18

Sem aquelas formalidades chamativas e nem mesmo com o aspecto cerimonial de instalação no sentido institucional, fato é que, de forma prática, realmente efetiva, o Ministério Público do Estado (MP/PB), através de seu
procurador de justiça Valberto Cosme de Lira, para esse fim especialmente designado pelo procurador geral do órgão, Dr. Francisco Seráphico Nóbrega Filho, fez a primeira reunião do Fórum Interinstitucional Permanente pela
Preservação da Vida, que vem a ser o colegiado denominado simplesmente como Fórum de Trânsito. Esta reunião aconteceu no recente dia 11, na sede do próprio MP/PB, obviamente presidida pelo procurador de justiça Valberto Lira e já contando com a participação de representantes de instituições pertinentes ao assunto, como DETRAN/PB, SEMOB/JP, APENGE, DER-PB, entre outros.

Mas, foi do representante da Ong ETEV, Luiz Carlos André – ele também um dos participantes dessa reunião, que vimos a maior manifestação de entusiasmo relativamente ao referido Fórum de Trânsito. É que os objetivos desse Fórum tem tudo a ver com o que a Ong ETEV propugna ao longo destes mais de 10 anos de atividades: – Educar para o Trânsito, Educar para a Vida!

Sim! Desde quando idealizou a instalação desse Fórum de Trânsito, o procurador de justiça Valberto Lira chamou a atenção de que a finalidade é esta: empenhar-se no sentido de contribuir para que minimizemos os tantos acidentes
de trânsito que têm até ceifado vidas na Grande João Pessoa, particularmente na capital paraibana, em Cabedelo, Bayeux e Santa Rita. E por óbvio a educação para o trânsito, nisto envolvendo condutores e pedestres, é essencial. Também não se pode esquecer que uma eficiente sinalização horizontal, abrangendo minimamente todas as vias em que o trânsito seja intenso, igualmente é importante e que, não só embeleza a cidade, mas sobretudo proporciona mais segurança para esse trânsito. Como diz o representante da Ong ETEV, “o caminho é investir na educação do trânsito inclusive nas escolas, fiscalização permanente, engenharia viária e priorização ao transporte público”.

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também