João Pessoa, 07 de dezembro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
FIM DE ANO

Ivonete faz balanço e destaca concurso da Câmara

Comentários:
publicado em 07/12/2018 às 10h45
atualizado em 07/12/2018 às 10h49

Em entrevista à rádio CBN, na manhã desta sexta-feira (07), a vereadora Ivonete Ludgério fez um rápido balanço do ano legislativo na Câmara Municipal de Campina Grande. A presidente do Poder Legislativo campinense destacou os avanços do período, com enfoque para a realização do concurso público que teve as inscrições encerradas na última quinta-feira (06). A entrevista foi concedida aos jornalistas Waléria Assunção e Silas Batista.

A vereadora destacou que este é praticamente o primeiro concurso público da Câmara de Campina Grande. O último processo seletivo aconteceu no ano de 1982, totalmente diferente dos moldes aplicados atualmente para contratação de servidores públicos efetivos. “Então para o próximo ano teremos novos funcionários efetivos na Casa e este é um grande avanço da nossa gestão”, comentou Ivonete.

As ações da presidência voltadas para a transparência no uso dos recursos público também foram destaques. Ivonete lembrou que desde o início da sua gestão toda a aquisição de produtos e serviços passou a ser feita através de licitações. Uma lei da Mesa Diretora tornou obrigatória a transmissão ao vivo, por meio da TV Câmara, das reuniões de todos os processos licitatórios realizados na Casa de Félix Araújo.

Também no âmbito da transparência, Ivonete destacou a implantação do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL). Agora é possível para qualquer cidadão acompanhar toda a produção legislativa dos 23 vereadores campinenses, no tocante aos projetos de lei e requerimento, através da internet. Também é possível pesquisar as leis antigas aprovadas na CMCG e sancionadas pelo Executivo.

Sobre as dificuldades, Ivonete Ludgério destacou os problemas na estrutura elétrica da Casa. A Câmara funciona no prédio onde antes era a Biblioteca Pública Municipal. Com a instalação da CMCG na edificação, o consumo de energia foi extremamente ampliado e a estrutura elétrica antiga não suportou. No meio do ano foi feita uma ampla reforma, mas os problemas persistem. A Câmara vai adquirir novos equipamentos e fazer novos reparos, durante o recesso legislativo de fim de ano, para sanar definitivamente o problema.

MaisPB

Leia Também