João Pessoa, 01 de outubro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
saída do governo

Macron não aceita renúncia de ministro francês

Comentários:
publicado em 01/10/2018 às 19h41
atualizado em 01/10/2018 às 19h42
AFP / ROMAIN LAFABREGUE

O ministro francês do Interior, Gérard Collomb, apresentou nesta segunda-feira sua renúncia ao presidente Emmanuel Macron, que a rejeitou, informou a presidência.

“Frente aos ataques dos quais o ministro foi alvo desde que confirmou sua intenção de ser candidato – quando for o momento – à prefeitura de Lyon, o presidente da República renovou sua confiança e lhe pediu para continuar plenamente mobilizado em sua missão de garantir a segurança dos franceses”, informou a presidência à AFP.

Gérard Collomb anunciou em 18 de setembro sua saída do governo no ano que vem para candidatar-se às eleições municipais em Lyon (centro-este) em 2020.

Depois, algumas figuras políticas pediram sua renúncia.

Segundo o jornal Le Figaro, Gérard Collomb apresentou sua renúncia ao chefe de Estado na tarde desta segunda.

De acordo com uma fonte próxima à presidência, uma saída rápida de Gérard Collomb não foi contemplada pelo presidente Emmanuel Macron e pelo primeiro-ministro, Edouard Philippe, menos de um mês depois da renúncia do ministro de Ecologia Nicolas Hulot e dos ajustes de gabinete posteriores.

AFP

Leia Também