João Pessoa, 19 de fevereiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
redução de 50%

Casos de Chikungunya caem na Paraíba

Comentários:
publicado em 19/02/2018 às 18h24

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou, nesta segunda-feira (19), o 2º Boletim Epidemiológico relacionado às arboviroses deste ano. Segundo o boletim, no período de 1º de janeiro a 16 de fevereiro deste ano (7ª semana epidemiológica), foram notificados 317 casos suspeitos de dengue na Paraíba, o que representa uma redução de 25% em relação ao ano anterior. Em 2015, 2016 e 2017, no mesmo período, foram registrados, respectivamente, 907, 11.587 e 428 casos suspeitos da doença.

Chikungunya – Até a 7ª semana epidemiológica de 2018, foram registrados 79 casos notificados de chikungunya, uma redução de 49% das notificações suspeitas quando comparado 2017 com 2018, no mesmo período. Em 2016 e 2017, respectivamente, foram 710 e 157 casos suspeitos.

Zika – Até o momento, foram registrados 15 casos com suspeita de zika vírus, o que significa uma redução de 50% das notificações suspeitas quando comparado 2017 com 2018, no mesmo período. Em 2016 e 2017, respectivamente, foram registrados 371 e 30 casos.

Óbitos – Até a 7ª Semana Epidemiológica foram notificados cinco óbitos com suspeita de dengue e/ou chikungunya e/ou zika, sendo um confirmado para chikungunya, em Pedras de Fogo, um para dengue, em Campina Grande, e três em investigação, residentes de Campina Grande, Araruna e Queimadas.

Os óbitos suspeitos devem ser informados imediatamente, no período de 24 horas, conforme Portaria Nº 204 de 17 de Fevereiro de 2016. A suspeita deve ser investigada em nível domiciliar, ambulatorial e hospitalar, utilizando o Protocolo de Investigação de Óbito por Arbovírus Urbano no Brasil – Ministério da Saúde.

“É com a notificação dos casos que podemos tomar decisões precisas no combate ao vetor, como também traçar planos estratégicos para conter o avanço e os danos causados por essas doenças, os quais têm um alto impacto na saúde pública”, pontuou a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega.

Situação Laboratorial da Dengue e Chikungunya – Na Paraíba, foram testadas 157 amostras de Sorologia para dengue (71 Reagentes, 71 Não reagentes e 15 indeterminadas) pelo Lacen-PB até o dia 8 de fevereiro de 2018. Já para sorologia de chikungunya, foram encaminhadas 125 amostras (29 reagentes, 81 não reagentes e 15 indeterminadas). E quanto às sorologias de zika, 79 amostras encaminhadas (7 reagentes, 68 não reagentes e 4 indeterminadas).

MaisPB

Leia Também