João Pessoa, 19 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Último jogo do ano

Brasil empata sem gols com a Inglaterra

Comentários:
publicado em 14/11/2017 às 19h01

Foram 11 jogos, sete vitórias, três empates e somente uma derrota, num amistoso contra a Argentina, por 1×0. O ano de 2017 para o Brasil foi especial.  Além de sacramentar a vaga para Copa em primeiro lugar nas Eliminatórias, o time apresentou na maioria das partidas um futebol convincente. Nesta terça-feira (14), no entanto, justamente no último jogo da temporada, a seleção não saiu do 0x0 com a desfalcada Inglaterra, em Wembley.

Se contra o Japão Tite quis observar alguns jogadores que não atuaram tanto como titulares  sob o seu comando, como o lateral-direito Danilo, os zagueiros Thiago Silva e Jemerson e o meia Giuliano, diante da Inglaterra o técnico da Seleção Brasileira resolveu colocar força máxima.

Em campo, a equipe base desde que o treinador assumiu fez um primeiro tempo pobre e apesar da supremacia na posse de bola, superior a 70%, praticamente não finalizou. A inglaterra se defendia com uma linha de cinco, formada por três zagueiros e dois laterais que pouco apoiavam

As tentativas em furar o bloqueio passavam principalmente pela individualidade de Neymar e Phillipe Coutinho. O camisa 10 conseguiu encaixar grande passe para Gabriel Jesus, que chegou a driblar o goleiro Hart,  mas o atacante do Manchester City estava em posição de impedimento.

Apesar do bom posicionamento defensivo, a seleção inglesa não conseguia sequer incomodar. Rashford e Vardy eram os homens mais adiantados e careciam de um maior apoio dos jogadores de meio Dier, Livermore e Lofts Cheek. O último, inclusive, deu lugar a Lingard ainda no primeiro tempo após sentir uma lesão.

A intensidade que faltou ao Brasil na primeira etapa finalmente apareceu após o intervalo. Logo no primeiro minuto Neymar deu bom passe para Gabriel Jesus, que deixou para Coutinho finalizar quase caindo, mas Hart defendeu. O meia do Liverpool estava impedido, mas a arbitragem nada marcou. O time de Tite trocava passes com mais velocidade, tentando envolver os donos da casa.

No entanto, a organização defensiva dos ingleses continuava prevalecendo  na maioria dos lances. Tite até tentou dar um novo fôlego colocando Fernandinho, Willian e Firmino nos lugares de Renato Augusto, Coutinho e Gabriel Jesus, respectivamente. O time até melhorou, criou algumas chances, mas parou na atuação segura de Hart.  Diante da eficiência defensiva dos donos da casa e da incapacidade criativa do Brasil, o placar não poderia sair do 0x0.

Correio da Bahia

Leia Também