João Pessoa, 23 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
joão pessoa

Pôr do Sol Literário acontece neste semana

Comentários:
publicado em 13/08/2017 às 09h45
atualizado em 13/08/2017 às 14h17

A Confraria Sol das Letras promove, no próximo dia 17 de agosto (quinta-feira), mais um sarau literário, no pátio (Academos) da Academia Paraibana de Letras. A 43ª edição do Pôr do Sol Literária fará uma homenagem póstuma ao escritor Higino da Costa Brito, além do lançamento de livros de Socorro Aragão, Sônia Van Dijck Lima, Renata Escarião e Simão Farias.

O evento será iniciado, como de hábito, pela homenagem ao escritor Higino Brito, com concessão do troféu “Solito” e apresentação de Gonzaga Rodrigues. Em seguida, haverá o lançamento dos livros “A Linguagem Regional Popular na Obra de José Lins do Rego”, de Socorro Aragão, e “Estudos Críticos – Guimarães Rosas, Luis Jardim, Luiz Ruffato, Hermínio Borba Filho e Chico Buarque”, de Sonia Van Dijck. E ainda “Sandálias Vermelhas”, de Renata Escarião, encerrando com “Memória de Voos Rasos e Gravidade” e “Ode de Ana Maria”, de Simão Farias.

Esta edição do Pôr do Sol destacará o trabalho dos artistas plásticos Fernando Sérgio Freire, Neide Santos, Miguel Bertollo e Célia Carvalho, com a mostra “João Pessoa: do tamanho do que vejo”. O evento prosseguirá com uma performance do cantor Roberto Cajá e do cantor lírico Antônio Pereira Tavares Neto. Em seguida, será oferecido um coquetel aos presentes. O Pôr do Sol Literário inicia às 17h30, e tem apoio da Academia Paraibana de Letras, Livraria do Luiz, Agenda Viva, Divulga Escritor e Café São Braz.

Sol das Letras

O Por do Sol Literário já se consolidou como um dos mais prestigiados eventos da área literária na Paraíba. O grupo Sol das Letras foi criado para estimular a produção, a criação, a divulgação e o debate sobre a literatura paraibana, nos cenários regional e nacional. A confraria se propõe a protagonizar, além do Pôr do Sol, outras iniciativas, como a realização da I Flor (Festa Literária do Extremo Oriental), a premiação das melhores obras do ano e ainda um concurso público, com o objetivo de projetar a literatura paraibana, não apenas no Estado, mas em todo o País.

MaisPB

Leia Também