João Pessoa, 22 de agosto de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
oposição

PSB decide deixar base de Michel Temer

Comentários:
publicado em 20/05/2017 às 14h06
atualizado em 20/05/2017 às 15h07
A- A+

Após uma reunião com a presença do governador Ricardo Coutinho, o PSB decidiu desembarcar de vez da base de sustentação do governo do presidente Michel Temer (PMDB).

O anúncio foi feito na tarde deste sábado (20) pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e o secretário-geral do partido, José Renato Casagrande, que informaram que a legenda decidiu fazer oposição ao governo e passará a defender a renúncia do presidente Michel Temer.

Atualmente, a legenda comanda o Ministério de Minas e Energia. Siqueira e Casagrande deram a informação à imprensa após reunião da Executiva Nacional do partido, em Brasília.

Segundo o presidente e o secretário-geral da legenda, o PSB também passará a defender a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para a realização de eleições diretas no caso de vacância do cargo de presidente da República.

A decisão do PSB é anunciada em meio à maior crise política enfrentada por Temer desde que ele assumiu a Presidência da República, causada pelas delações dos empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, e de Ricardo Saud, diretor da J&F.

MaisPB com G1

Leia Também