João Pessoa, 17 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
delação Jbs

Presidente da OAB pede divulgação de gravações

Comentários:
publicado em 18/05/2017 às 11h13
atualizado em 18/05/2017 às 14h12

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Paraíba, Paulo Maia, considerou graves as denúncias contra o presidente Michel Temer (PMDB) e pediu que a gravações sejam tornadas públicas. O peemedebista foi flagrado dando aval para compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha, conforme denúncia de executivos da JBS.

“Diante dos fatos, graves sob todos os aspectos, que apontam a suposta obstrução da Justiça praticada pelo presidente da República, as gravações devem ser tornadas públicas o mais rápido possível e devidamente apurados os fatos, respeitado o devido processo legal aos acusados. A sociedade precisa disso, até porque ” todos são iguais perante a lei”, disse Paulo Maia nas redes sociais.

Algumas seccionais de outros estados já defendem a renúncia imediada de Temer da Presidência. A OAB-PB analisa a realização de uma reunião para definir o posicionamento da Seccional Paraíba.

Em contato com o Portal MaisPB, o vice-presidente da Ordem, Raoni Vita, defendeu a renúncia do presidente Temer.

MaisPB

Leia Também