João Pessoa, 21 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EM JOÃO PESSOA

Suspeitos de falsificar atestados são presos

Comentários:
publicado em 19/04/2017 às 18h51
atualizado em 20/04/2017 às 08h33

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa, desarticulou, na tarde desta quarta-feira (19), um grupo criminoso responsável pela comercialização de atestados médicos falsos em redes sociais.

Os crimes estariam sendo praticados pelo funcionário da Prefeitura de João Pessoa, de 25 anos, e um  representante comercial, de 26 anos, há pelo menos seis meses.

Os atestados eram vendidos por valores entre R$ 30 e R$ 50, e os preços variavam de acordo com o número de dias e da doença solicitada pelo comprador.

A atuação da quadrilha começou a ser investigada há aproximadamente 20 dias. “Durante os nossos levantamentos conseguimos identificar cinco suspeitos na cidade de João Pessoa. No primeiro momento concentramos a investigação no monitoramento de três pessoas e descobrimos que na manhã de hoje seria realizada a entrega de um atestado médico falso. Então, fomos até o local e prendemos o acusado  próximo a uma empresa de telemarketing que fica no bairro de Mangabeira. Com ele, além do atestado, também encontramos duas carteiras de estudantes com dados e fotos do pai e da noiva dele e que, de acordo com o próprio preso, foram confeccionadas de forma fraudulenta”, disse o delegado de Defraudações e Falsificações, Lucas Sá.

MaisPB

Leia Também