João Pessoa, 04 de abril de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CANDIDATA ÚNICA

Apoiada por Lula, Gleisi deve ser presidente do PT

Comentários:
publicado em 04/04/2017 às 19h02
A- A+

Depois de muita discussão e de encerrar uma disputa interna, a senadora Gleisi Hoffmann deverá ser a presidente do partido a partir de junho quando será eleito novo comando nacional.

Ela recebeu o apoio do ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva, com quem conversou na sexta-feira, antes de embarcar para a Alemanha.

Gleisi é do chamado Campo Majoritário, a maior corrente interna do PT, e, se eleita, substituir Rui Falcão do Novos Rumos que chegou ao comando do partido numa aliança com o Campo Majoritário.

O esforço do ex-presidente é evitar o acirramento da disputa dentro do PT que poderia envolver ainda o grupo Muda PT, que reúne várias tendências do partido como Mensagem e Democracia Socialista (DS), que tem como um dos líderes o ex-governador e ex-ministro Tarso Genro.

A intenção de Lula é ter chapa única, para ser aclamada no Congresso do PT.

O partido selou a indicação em reunião na noite desta segunda-feira (3) em São Paulo da qual Lula participou.

No encontro, outros dois pré-candidatos do mesmo Campo Majoritário – Alexandre Padilha e o tesoureiro Márcio Macedo – retiraram suas postulações em favor de Gleisi.

Lula conversou com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) que também abriu mão em nome de de Gleisi Hoffman.

Gleisi e Lindberg se aproximaram muito durante o processo de impeachment de Dilma Rousseff. Ao lado da também senadora Vanessa Graziotin (PCdoB-AM), eles comandaram a defesa da ex-presidente no Senado.

G1

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também

Colunas

Whatsapp(83) 99346-5236

Natureza no Sítio Rita, em Monte Horebe, Sertão

Enviado por
Bernadeth Martíns

mais lidas