06 de dezembro de 2016 - 13:02

última hora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

30 de novembro de 2016 - 10h30 • atualizado às 10h48

Dinaldinho, Patos e a mulher de César

dinaldinho

Prestes a ficar na vidraça, deputado tem desafio de mostrar que é melhor como gestor do que como candidato

É grande a responsabilidade que paira sobre os ombros do deputado Dinaldo Wanderley Filho (PSDB). Prefeito eleito do potente e estratégico município de Patos, ele tem desafios a superar na sucessão do grupo do também deputado Nabor Wanderley (PMDB), a quem venceu nas urnas de outubro último.

Para começo de conversa, Dinaldinho – como é chamado pelos seus seguidores – precisará criar marca e personalidade próprisa e não ficar refém da imagem (ou sombra) do pai, ex-prefeito e ex-deputado Dinaldo Wanderley.

No comando de Patos, as gestões de Dinaldo não foram desastrosas, mas também passaram longe de ser uma Brastemp. Dinaldo, o pai, ainda hoje amarga processos e luta na Justiça contra acusações que pesam contra sua administração. História que o outro Dinaldo, o filho, não pode repetir.

Segundo, por mais desgaste que se registre, Nabor também deixou o legado de obras e ações no município. Tanto que virou a liderança que é e seu grupo ocupa espaços na Assembleia e na Câmara Federal. Superá-lo em realizações é uma meta presumida a ser quebrada.

Dinaldinho ganhou a eleição em cima do desgaste de repetidas operações policiais enfrentadas pela gestão Chica Motta e Nabor Wanderley, com direito a prisão de secretários, escutas telefônicas e até afastamento da atual prefeita.

Como então candidato, o deputado surfou, naturalmente, ao máximo em cima dessa avalanche de fatos negativos. Como prefeito, não pode mais contar com o discurso de oposição e só culpar o passado.

Por óbvio, está impelido pelo eleitor de Patos, assim que assumir, a provar que é mais competente em matéria de gestão e mais direito em matéria de honestidade. E tal qual Pompéia, a mulher de César, não bastará ser, tem que parecer.

Batendo…
Em novo café da manhã, a dupla Marcos Vinicius (PSDB) e João Corujinha (PSDC) reuniu novamente a tropa.

…Ponto
“Foi muito positivo”, avaliou Corujinha, à Coluna, que não tem dúvidas: vai voar até a vitória com Marcos.

ricardocoutinhoOperação de guerra
A equipe financeira do Governo do Estado está mobilizada para, no dizer do governador Ricardo Coutinho (foto), juntar as moedas e garantir o pagamento das obrigações de fim de ano, com folhas e pagamento do décimo terceiro. Em tempos de crise, uma missão que exige todos os esforços e energias da gestão.

Ruy referenda MarcosRuy Carneiro 1
Para o presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro (PSDB), Marcos Vinicius reúne todas as credencias para assumir o comando da Câmara Municipal. E cita: é vereador de um partido aliado, foi secretário do prefeito e vem mostrando capacidade de aglutinação. Nos bastidores, entretanto, trabalha para reverter a imagem de que a vitória do tucano é uma triunfo da oposição. E faz certo.

BRASAS
*Inclinação – A interlocutores do prefeito Luciano Cartaxo, o deputado Manoel Júnior (PMDB) sinalizou, ontem, em Brasília, disposição de assumir a vice.

*Em orações – O deputado licenciado Ricardo Barbosa (PSB) agradece a Deus, todo os dias, por não ter disputado em Cabedelo.

*Livramento – Barbosa calcula que estaria sofrendo os mesmos efeitos e conseqüências vividas pelo colega Adriano Galdino (PSB), candidato sem sucesso em Campina.

*Sem pressa – Diferente da maioria dos prefeitos do Interior, Berg Lima (PTN) só deve anunciar seus auxiliares perto da posse.

*Aninhado – Fontes tucanas dizem que o vereador Luiz Flávio (PSDB), até então reticente, fechou com a chapa Marcos Vinicius/João Corujinha.

*Fora do tom – Pegou mal para o líder do Governo, Hervázio Bezerra (PSB), se auto-intitular, por delegação de Ricardo, articulador da eleição da Mesa da Câmara de João Pessoa.

FALA CANDINHA!
Na calada da noite
De Dona Candinha sobre a mutilação do pacote anticorrupção, na madrugada de hoje: “À noite, todos os gatos são pardos”.

PONTO DE INTERROGAÇÃO
O que esperar de um pacote anticorrupção sendo votado pela corrupção?

zezePINGO QUENTE
“Entrava primo, saia sobrinho”. Do prefeito eleito de Santa Luzia, Zezé Araújo (PMDB-foto), sobre a longeva oligarquia Morais, derrotada em 2016.

Outras Postagens