11 de dezembro de 2016 - 01:11

última hora
16/11/2016 às 14h05 • atualizado em 16/11/2016 às 14h47

MaisTV: Aurélio justifica desistência da presidência do TJ

Desembargador José Aurelio da Cruz

O desembargador José Aurélio, eleito nesta quarta-feira (16) corregedor do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) para o biênio 2017/2018, justificou, em entrevista à MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB, sua desistência de disputar o cargo presidente do TJPB, também escolhido hoje.

José Aurélio era presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), mas no início do mês passado renunciou ao cargo. Nos bastidores, a informação era de que ele disputaria a presidência do TJ. Inclusive, ele chegou a registrar sua candidatura, mas depois retirou o nome da disputa.

No entanto, nesta quarta-feira, Aurélio disse a reportagem do MaisPB que não deixou o TRE para disputar a presidência do TJ e sim qualquer cargo da Mesa Diretora do Tribunal.

“A priori pensei em disputar um dos cargos da Mesa Diretora, não seria nem diretamente a presidência e tanto a presidência, a vice-presidência e a corregedoria, o regimento do TRE-PB prevê o afastamento”, disse.

Veja a entrevista:

Eleições 

Com 10 votos, o desembargador João Alves da Silva foi eleito presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) durante eleição em sessão administrativa do pleno do TJPB na manhã desta quarta-feira (16). Além de João Alves, outros seis desembargadores disputavam o cargo: Saulo Henrique de Sá e Benevides, Márcio Murilo da Cunha Ramos, Joás de Brito Pereira Filho, Arnóbio Alves Teodósio, Carlos Martins Beltrão Filho e João Benedito da Silva.

O desembargador Joas de Brito foi o segundo mais votado para presidente com oito votos.

MaisPB