06 de dezembro de 2016 - 11:03

última hora
19/10/2016 às 18h56 • atualizado em 19/10/2016 às 21h45

Depois de Cunha, Maranhão diz que PMDB não tem o que temer

Senador José Maranhão (PMDB) Senador José Maranhão (PMDB)

O presidente estadual do PMDB paraibano, senador José Maranhão, comentou, nesta quarta-feira (19), a prisão do ex-deputado federal Eduardo Cunha e disse que a ação que levou o peemedebista a cadeia “não foi surpresa para ninguém”.

“Éssa prisão de Eduardo Cunha não foi surpresa para ninguém. Foi uma coisa já anunciada”, destacou Maranhão em entrevista ao programa 60 Minutos, apresentado pelos jornalistas Heron Cid e Anderson Soares, na Rádio Arapuan FM.

Questionando se a prisão de Eduardo Cunha desconstruía o discurso de que só políticos do PT era alvo da Operação Lava Jato, Maranhão disse que “quem tem a vida limpa não tem nada a temer”.

A Operação Lava Jato foi iniciada pelo Ministério Público e acolhida pela Justiça, Todos os partido deram a sua contribuição e a história é uma só: “Quem tem vida limpa não se sente ameaçado”, afirmou.

Roberto Targino – MaisPB