João Pessoa, 27 de maio de 2017 | --ºC / --ºC 05:17 - 2.6 | 11:30 - 0.0 | 17:47 - 2.5 | 23:49 - 0.2 Dólar 3,26 - Euro 3,64

ÚltimaHora
ECONOMIA

58% dos brasileiros não aumentarão gastos com o presentes das crianças

Comentários:
publicado em 11/10/2016 às 15h14
atualizado em 11/10/2016 às 15h16
A- A+

Uma sondagem feita pela Confederação de Dirigentes Lojistas (CNDL)  e Serviço de Proteção ao Crédito  (SPC) apontou que 57,8% esperam gastar menos ou o mesmo valor de 2015 com presentes para o Dia das Crianças.

A má situação financeira, endividamento, aumento da inflação e instabilidade econômica são as principais justificativas para quem pretende comprar presentes para a data comemorativa.

Mesmo entre os 28,0% que têm a intenção de gastar mais, a principal razão para isso é o aumento dos preços dos produtos (31,2%).

A maior parte dos entrevistados irá gastar entre R$ 101,00 e R$ 300,00, sendo que o valor médio total gasto com os presentes será de R$ 221,61.  32,6% ainda não decidiram quanto irão gastar no Dia das Crianças e a maioria dos brasileiros (44,3%) pretende comprar três ou mais presentes para a passagem da data.

Em relação à forma de pagamento, os consumidores mostraram preferência pelo pagamento em dinheiro (44,6%), em especial os mais jovens (57,1%), as mulheres (53,1%) e os consumidores das classes C/D/E (50,8%). Cerca de 37,0% pagarão no cartão de crédito, seja à vista ou parcelado e, para as compras realizadas a prazo, serão feitas quatro parcelas, em média.

MaisPB

Leia Também

error: Conteúdo protegido!