João Pessoa, 22 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CULTURA NORDESTINA

Efraim considera equivoco e preconceito proibir vaquejada

Comentários:
publicado em 08/10/2016 às 18h21
atualizado em 08/10/2016 às 18h24

O deputado federal paraibano Efraim Filho disse nesta sexta-feira (7), que o Supremo Tribunal Federal (STF) tomou uma decisão equivocada ao proibir a realização de vaquejada.

Em sua conta no  Facebook, Efraim considerou que ao  decidir ser inconstitucional lei que regulamenta a atividade como esporte, o STF desconheceu uma raiz histórica do nosso povo e que hoje ajuda a produzir renda, emprego e oportunidades numa região muito carente de investimentos.

Para Efraim Filho, é estranho que o STF não tenha se pronunciado com relação ao rodeio, mais tradicional no Sul do País.

“Ficou sentimento de que também foi decisão preconceituosa com o Nordeste. Temos de preservar essa importante atividade que tantas alegrias, empregos e oportunidades traz ao nosso povo. Não vamos desistir e vamos a luta junto com a ABVAQ (Associação Brasileira de Vaquejada) para reverter a decisão e corrigir esse equívoco”, concluiu.

MaisPB

Leia Também