João Pessoa, 02 de junho de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
operação

Exército egípcio mata 22 supostos terroristas em dois dias no Sinai

Comentários:
publicado em 02/06/2016 às 10h42

Pelo menos 22 supostos terroristas morreram e outros cinco foram detidos nos dois últimos dias em operações do Exército egípcio no norte da Península do Sinai, informou o porta-voz militar, Mohammed Samir, em comunicado.

Segundo a nota, as forças armadas, apoiadas por soldados da força aérea, a marinha e a polícia, realizaram essas operações nas quais também destruíram 28 esconderijos e explodiram nove casas dos extremistas.

Além disso, foram desativados quatro artefatos explosivos que estavam preparados para o ataque contra as forças de segurança.

Durante a operação, os agentes também intensificaram as batidas contra os ativistas nas zonas de Al Shalaq, Qabr Amir, Jat al Yura e Abu Zemat.

Em 25 de maio, o mesmo porta-voz anunciou a morte de outros 88 supostos terroristas em quatro dias de operações no norte e no centro do Sinai.

O Egito sofre uma onda de atentados desde a derrocada militar em julho de 2013 do então presidente, o islamita Mohammed Mursi, especialmente no norte da província do Sinai, que durante anos sofreu a marginalização do poder central.

Vários grupos jihadistas têm sua base no norte do Sinai, palco de contínuas operações militares.

G1

Leia Também