João Pessoa, 12 de dezembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ELEIÇÕES 2014

Debate da RCTV é marcado por troca de farpas entre os candidatos

Comentários:
publicado em 08/09/2014 às 23h59

O debate com os candidatos a governador da Paraíba, promovido pela RCTV, na noite desta segunda-feira (8), foi marcado por críticas mútuas, troca de farpas e explanação dos programas de governo de cada postulante ao Palácio da Redenção.

Com tema livre, a primeira parte do debate foi realizada com candidato perguntando a candidato e com o comentário de um outro concorrente, e direito a réplica para o candidato que respondeu ao questionamento.

O candidato Antônio Radical (PSTU) criticou a forma como o governo dialoga com os servidores, e chegou a dizer que o Orçamento Democrático é uma piada porque não é impositivo. Ele questionou os gastos feitos com comunicação no comparativo aos recursos aplicados na educação. O candidato do PSTU criticou a insegurança e defendeu a desmilitarização da Polícia Militar.

O candidato do PSDB, Cássio Cunha Lima também criticou os resultados obtidos pelo governo do Estado, principalmente em áreas como educação, saúde, segurança e funcionalismo público. Durante o debate, o tucano lamentou a redução do efetivo da Polícia Civil. Cássio também alfinetou o governo pelos gastos com publicidade e as denúncias envolvendo a administração do Hospital de Trauma através da Cruz Vermelha. Ele também fez referências aos problemas registrados no estádio Almeidão por conta das chuvas.

Outro a cutucar o governador Ricardo Coutinho pelos gastos com publicidade foi o candidato do PROS, Major Fábio, que disse que o dinheiro da comunicação poderia ter sido investido na saúde. Durante sua participação, o candidato do PROS voltou a alfinetar o governador, questionando se o socialista votaria na candidata a presidente do seu partido Marina Silva. Na oportunidade, Major Fábio declarou apoio a candidata do PSB e ironizou ao dizer que não sabia se Ricardo também apoiava a presidenciável.

Já o governador Ricardo Coutinho, candidato a reeleição pelo PSB, rebateu as críticas dos adversários e questionou os fatos trazidos pelos concorrentes durante o debate, afirmando que tais declarações não correspondiam com a realidade. O socialista destacou os resultados obtidos no seu governo e, na maioria das vezes, os comparou com o governo do senador Cássio.

Tárcio Teixeira, do PSOL, também criticou a priorização dada pelo atual governo para os gastos com a publicidade. Em sua fala, Tárcio defendeu a valorização das polícias e disse que a violência deve ser combatida com a garantia dos direitos sociais. Para o candidato do PSOL, com a adoção de tais práticas garantirá a queda nos números hoje obtidos no setor. Ele também se referiu à aliança firmada entre Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima, chegando a dizer que os dois são responsáveis pelo resultado do atual governo.

O senador Vital do Rêgo Filho (PMDB) alfinetou os candidatos Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima. Durante sua participação, Vitalzinho disse que apoia a candidata Dilma Rousseff e destacou os investimentos garantidos pelo governo federal ao Estado. O peemedebista, por vezes, também criticou o governador Ricardo Coutinho e defendeu a paridade aos aposentados. Vital Filho também comentou sobre a necessidade da paridade nas policias do Estado.

MaisPB