João Pessoa, 26 de abril de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ACUSAÇÃO

Lauro Wanderley, responsabiliza reitor da UFPB pelos problemas atuais no HU

Comentários:
publicado em 26/04/2012 às 17h59
A- A+

O médico Lauro Wanderley, filho do profissional que dá nome ao Hospital Universitário da UFPB, responsabilizou, em postagem feita no facebook, a reitoria e as antigas diretoria do HU pelas dificuldades enfrentadas na atualidade. De acordo com ele, respondendo a uma provocação do Chefe de Gabinete do Reitor Polari “as colocações de Brasileiro (no debate entre reitoráveis ocorrido no Centro de Ciências Médicas da UFPB) são importantes e remontam ao passado desastroso de 16 anos da administração Polari/João Flávio”.

Lauro Wanderley assegura que tem autoridade, com base nos seus 30 anos de serviço no HU para dizer que a responsabilidade dos problemas enfrentados na atualidade devem ser creditados a gestão Polari. “A atual gestão realmente encontrou o caos e não denunciou, tentou resolver e não conseguiu. Em parte pela política privaticionista do Governo Federal, em parte pela inércia da atual reitoria.”

Outra questão enfatizada por Lauro Wanderley diz respeito a tentativa de imprimir à candidata Margareth Diniz uma pseuda agressão por ter se dirigido ao residente do HU chamando-o de “menino”. “Pinçar e editar a frase de Margareth que apenas chama Brasileiro de menino, e afirmar que é agressão, são coisas de marqueteiro político para criar fato. Por favor, o HULW e a UFPB já pagaram um preço muuuiiito alto pela atual proposta. Há muito ela wstá com prazo de validade vencido, há muito que o modelo fracassou”, finalizou Lauro Wanderley Filho.

Redação

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!