João Pessoa, 29 de abril de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SIGILOSO

Cássio Cunha Lima promete revelar segredo sobre seu passado político

Comentários:
publicado em 29/04/2012 às 18h00
A- A+

As linhas de determinado período da história política do senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB) ainda não foram escritas, ou pelo menos, ainda não chegaram ao conhecimento público. Figura importante no cenário político da Paraíba, o parlamentar revelou que há um trecho de sua trajetória que os paraibanos desconhecem.

Preferindo manter o segredo guardado, o senador deixou escapar nas entrelinhas que o fato trata-se da sua saída do PMDB e posterior filiação ao PSDB. Apesar de não estabelecer data, o tucano garantiu que um dia “contará uma parte importante de sua história que a Paraíba ainda não sabe”.

Falando sobre algumas peculiaridades do assunto, ele trouxe de volta acontecimentos ocorridos no ano de 2000. Relembrou que “na prefeitura de Campina Grande fez aliança com o PT, indicando Cozete Barbosa para sucessão”, mas não foi possível manter o apoio com o partido nas eleições para governo em 2002. É nesse tocante que o senador dá a entender que, por trás da ‘estratégia’, existiu algo a mais e promete relevar no futuro o motivo que culminou em tal “movimento político”.

Cássio afirmou que o “movimento lhe custou caro”, para tanto, contextualizou com ascensão do então candidato do PT, Avenzoar Arruda, qual conseguiu obter 12% dos votos dos eleitores na eleição estadual, implicando em um segundo turno na Paraíba, portanto, impedindo que ele saísse vitorioso no primeiro turno do pleito. Suscitando a curiosidade, o senador disse apenas que o rompimento político com o Partido dos Trabalhadores não foi de “responsabilidade exclusiva sua”.

Seguindo com a narração, o parlamentar acrescentou que depois do ocorrido, teve a opção de filiar ao PDT, fato que também não se concretizou e foi ai quando ele ingressou no PSDB.

Por fim, Cássio explicou que não tem o intuito de provocar um mistério e justificou que alguns fatos devem ser preservados e distanciados da conjuntura política.

MaisPB
 

 
 

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!