João Pessoa, 30 de abril de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
UNIÃO FAZ A FORÇA

Deputado cobra união política em ações de combate à seca na Paraíba

Comentários:
publicado em 30/04/2012 às 07h58
A- A+

O deputado estadual Anísio Maia (PT), disse ontem que, que desde o início de seu mandato vem propondo na Assembleia Legislativa da Paraíba uma união entre deputados, senadores e o governador da Paraíba para discutir e trazer recursos para acabar com a seca no Estado.

“Precisamos discutir a seca com muita seriedade. Eu sempre cobro na Assembleia a discussão de um programa de desenvolvimento para a Paraíba. A classe política precisa se unir para elaborar um plano de Estado, uma proposta de todos os políticos daqui mostrando ao Governo Federal o que o povo da Paraíba precisa. Mas, infelizmente, o que acontece hoje é que cada político quer puxar um recurso para uma coisa diferente. Cada um julga um fato como prioridade. Mas, é preciso haver um entendimento”, revelou.

Segundo o parlamentar, as medidas anunciadas recentemente pelo Governo do Estado são paliativas e, em sua maioria, utilizam recursos do Governo Federal.

“O governador Ricardo Coutinho anunciou um programa de combate à seca onde praticamente tudo vem do Governo Federal. Ele praticamente não destinou nada do Estado”, disse o deputado petista

Anísio Maia disse que ainda na discussão sobre o orçamento havia lembrado que não estava sendo disponibilizados recursos para o combate à seca.

“Estão lembrando da seca agora porque a previsão é que tenhamos um grande período de estiagem neste ano, que já começou. Mas, na aprovação do orçamento do Estado eu afirmei que o Governo não tinha nenhuma proposta estrutural para a Paraíba e que o setor da agricultura familiar iria sofrer”, lembrou.

De acordo com anísio Maia, o Governo e só destinou cerca de R$ 500 mil para a agricultura familiar de todo o Estado no orçemento deste ano. E para a pesca foi menos ainda, apenas cerca de R$ 50 mil. Eu fiz a minha parte, em minhas emendas destinei recursos para áreas carentes, mas é preciso que o governador cumpra. E agora temos que aproveitar a hora da necessidade e transformá-la também na hora da prevenção”, explicou.

De acordo com anísio Maia, o Governo e só destinou cerca de R$ 500 mil para a agricultura familiar de todo o Estado no orçemento deste ano. E para a pesca foi menos ainda, apenas cerca de R$ 50 mil. Eu fiz a minha parte, em minhas emendas destinei recursos para áreas carentes, mas é preciso que o governador cumpra. E agora temos que aproveitar a hora da necessidade e transformá-la também na hora da prevenção”, explicou.
 

Jornal Correio da Paraíba

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!