João Pessoa, 03 de maio de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
INFRAÇÃO

Ciclista pego na Lei Seca tem transporte apreendido em blitz no Rio de Janeiro

Comentários:
publicado em 03/05/2012 às 13h16
A- A+

 “Sou viciado em bicicleta. Pensei que estivesse ajudando a cidade e o meio ambiente, mas consideram que eu estava cometendo uma infração”, diz entre perplexo e indignado o cinegrafista Marcelo Toscano Bianco, que usa a bicicleta como principal meio de transporte e teve a sua recém-adquirida bicicleta elétrica apreendida numa blitz da Lei Seca na madrugada de sábado (28).

Segundo o Governo do Estado, ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, estava sem capacete, não tinha Carteira Nacional de Habilitação da categoria do veículo e teve a bicicleta apreendida. Foi multado em mais de R$ 1,7 mil e recebeu 21 pontos na carteira. Mas não sabia que teria que ter documentação e habilitação especial para pilotar a bicicleta elétrica. Agora, vai recorrer da multa.

“A população inteira não sabe que é preciso habilitação de motocicleta. Não quero dizer que eu estou certo ou errado. O que acho absurdo é a população não saber disso. O próprio fabricante da bicicleta deixa claro que não precisa de habilitação alguma. Nem no Detran eles se entendem. Uma pessoa com quem falei disse que a bicicleta elétrica não tem placa, tem menos de 49 cilindradas, então, não é considerada ciclomotor. Outra pessoa do Detran já me disse que precisava de habilitação para moto. Ninguém se entende”, explica ele.

Na manhã desta quinta-feira (3), depois de deixar o filho na escola, de bicicleta comum, ele se preparava para tentar liberar do depósito a bicicleta elétrica que comprou de segunda mão ao preço de R$ 1 mil há apenas um mês.

G1

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!