João Pessoa, 14 de maio de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DESCOBERTOS

Hackers suspeitos de vazar fotos de Carolina Dieckmann são identificados

Comentários:
publicado em 14/05/2012 às 08h55
A- A+

Pistas encontradas no computador da atriz Carolina Dieckmann, que no início de maio teve 36 fotos íntimas publicadas na internet, levaram a polícia à identificação de hackers que podem ter sido os os responsáveis pelo vazamento das imagens. De acordo com o “Fantástico”, da TV Globo, Leonan Santos, de 20 anos, é o principal suspeito de ter entrado no computador da atriz e furtado os arquivos. Leonan teria enviado as fotos para Diego Fernando Cruz, de 25 anos, no interior de São Paulo, que teria então mandado as fotografias para um site pornográfico. O site pertence a Pedro Henrique Mathias. Um adolescente, cujo nome não foi divulgado, teria sido o responsável pela chantagem à atriz.

A investigação foi conduzida pelo delegado Gilson Perdigão, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Internet. Os trabalhos começaram no mesmo dia em que a atriz procurou a unidade. Um grupo especializado de policiais civis usou programas de contraespionagem para chegar aos responsáveis pelo vazamento das fotos.

A varredura feita no computador de Cariolina Dieckmann detectou que o invasor furtou, ao todo, 60 arquivos. Os investigadores também interceptaram uma troca de mensagens do grupo pela internet. Numa das conversas, os suspeitos contam como teriam conseguido as fotos. Segundo os policiais que investigam o caso, o hacker que roubou as imagens usou um software específico para isso, que foi enviado para a conta de e-mail da atriz.

Nas conversas recuperadas pela polícia, os hackers se mostram preocupados com a repercussão do caso, mas brincam com a possibilidade de serem presos. “Qualquer coisa, vai na cadeia fazer uma visitinha lá pra mim”, diz um dos jovens a outro, por e-mail. E, segundo os policiais, foram as informações deixadas pelos próprios hackers nos acessos aos e-mails de Carolina Dieckmann que permitiram a identificação eletrônica dos suspeitos. De acordo com o “Fantástico”, os policiais, durante a investigação do furto, foram até a casa de Diego, no município de Macatuba, no interior de São Paulo, onde encontraram CDs, softwares e cinco computadores, que foram apreendidos.

Numa das mensagens interceptadas pela polícia, Diego admitiu ter passado as fotos de Carolina Dieckmann adiante. Já Leonan, que é de Minas, disse, ao ser procurado pelo “Fantástico”, que já é investigado numa outra ação de hackers que teriam desviado dinheiro de um banco pela internet, mas afirmou que é inocente.

Apesar de o país não ter uma lei específica para crimes de informática, os responsáveis pelo furto e pela divulgação das imagens poderão ser indiciados por furto, extorsão qualificada e difamação. A pena pode chegar a 15 anos de prisão. De acordo com a polícia, as investigações ainda não terminaram.

O Globo
 

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!