João Pessoa, 12 de outubro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
em Brasília

PB inicia luta por medalhas nos Jogos Universitários

Comentários:
publicado em 12/10/2021 às 13h57
atualizado em 12/10/2021 às 11h00
A- A+

Atletas e paratletas de oito instituições de ensino superior da Paraíba iniciam, nesta terça-feira (12), a luta por medalhas em mais uma edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), competição que reúne até domingo (17), em Brasília, representantes de 27 Estados e do Distrito Federal.

Neste ano, a delegação paraibana participa dos JUBS em 11 modalidades esportivas individuais: atletismo, badminton, wrestling (luta livre), xadrez, judô, karatê, natação, poker, taekwondo, tênis, tênis de mesa; e três coletivas: futsal, handebol e voleibol.

“Estamos bem confiantes em mais uma participação vitoriosa do deporto universitário paraibano. Nossos atletas estão muito focados na busca por bons resultados e, como já é uma tradição da nossa delegação em JUBs, as medalhas certamente virão”, observou o professor Antônio Figueiredo, presidente da Federação Paraibana de Desportos Acadêmicos (FPDA).

O professor Figueiredo destacou que, em Brasília, a delegação paraibana conta com mais de 150 integrantes, entre atletas, treinadores, fisioterapeutas e dirigentes. “Quero aproveitar para agradecer o empenho e a dedicação das faculdades, que desde a fase classificatória (JUPs) lá na Paraíba, têm se esforçado para apoiar atletas e comissões técnicas”, pontuou.

Estão representando o deporto universitário paraibano nos JUBs 2021, atletas da UEPB, UFCG, UFPB, IFPB, UNINASSAU, UNIP, UNIESP e Faculdade Três Marias (FTM). As competições iniciadas nesta terça estão acontecendo em diversas praças esportivas espalhadas pela cidade de Brasília.

A cerimônia de abertura dos JUBs 2021 ocorreu na noite dessa segunda-feira (11), no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB). Cerca de 3.500 atletas e paratletas de 271 instituições de ensino superior do país estão disputando as 26 modalidades desta edição, que conta com a colaboração de 250 voluntários.

A solenidade contou com a participação da campeã olímpica Maurren Maggi, que deu o pontapé inicial e acendeu a tocha universitária dando início a maior competição do desporto universitário da América Latina.

Protocolo sanitário

Com o objetivo de conter a disseminação de Covid-19, Confederação Brasileiro do Desporto Universitário (CBDU) decidiu seguir um rígido protocolo sanitário. O evento está acontecendo sem a presença de público, e somente as pessoas credenciadas – atletas, comissão técnica, dirigentes, comitê organizador e imprensa – podem circular pelos locais de competição.

Além disso, todos os espaços estão equipados com álcool em gel e o uso de máscaras é obrigatório nas áreas comuns, a não ser para atletas nos momentos de disputa.

Durante o credenciamento dos participantes foi exigido um teste RT-PCR ou antígeno com resultado negativo, realizado de sete até três dias antes da abertura do evento. Para quem tomou apenas uma dose ou nenhum imunizante contra Covid-19, além do teste feito antes do credenciamento, está sendo exigido o teste rápido disponibilizado pela organização do evento antes das competições.

Quem já tomou as duas doses da vacina ou a dose única, bastou apresentar o cartão de vacina original ou o comprovante gerado pelo aplicativo Conecte SUS. O participante que testar positivo será automaticamente encaminhado à equipe médica do evento para que seja providenciado seu isolamento.

MaisPB