João Pessoa, 04 de setembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
BRIGA JUDICIAL

Hotel Tambaú: Justiça nega recurso contra paraibano

Comentários:
publicado em 04/09/2021 às 10h29
atualizado em 04/09/2021 às 17h44
A- A+

O Portal MaisPB errou ao replicar uma notícia divulgada nessa sexta-feira (03) pelo Portal Turismo em Foco, onde informava que o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) havia acatado um recurso do Grupo A Gaspar e suspendido a decisão que dava ao advogado paraibano Rui Galdino o título de vencedor do leilão do Hotel Tambaú, um dos mais tradicionais de João Pessoa.

Na verdade, a desembargadora carioca Marília de Castro Neves negou o efeito suspensivo, prevalecendo a decisão inicial, de nomear Rui Galdino como arrematante do leilão.

Batalha judicial 

O advogado Rui Galdino e o Grupo A Gaspar enfrentam uma batalha judicial sobre a compra do Hotel Tambaú, em João Pessoa.

Os empresários do Rio Grande do Norte chegaram a arrematar a edificação em um leilão no mês de fevereiro pelo preço de R$ 40,6 milhões de reais.

A venda aconteceu após a anulação do arremate dado em outubro do ano passado por Rui Galdino.

O paraibano recorreu e o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro acatou o recurso que reconhece o advogado como proprietário do Hotel.

A decisão foi colegiada da 20ª Câmara Cível do TJRJ, que acolheu os argumentos apresentados pelo paraibano e declarou como legítimo o leilão realizado ainda no ano passado, quando a empresa inicialmente vencedora desistiu do leilão.

MaisPB

MaisTV

Polícia investiga homicídio de gêmeos e bebê na PB

EM ITABAIANA - 08/12/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas