João Pessoa, 08 de março de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
conflito de informações

Secretário rebate Bruno: “Neófito em gestão pública”

Comentários:
publicado em 08/03/2021 às 11h46
atualizado em 08/03/2021 às 16h17
A- A+

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, reagiu à declaração do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), que discordou dos dados apresentados sobre a cidade em relação à Covid-19. A Rainha da Borborema apresenta a maior taxa de letalidade do estado e o maior índice de propagação do vírus.

“É um neófito em gestão pública e necessita aprender a interpretar e calcular o índice de transmissibilidade, que não é calculado pelo governo e sim pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por seu departamento de estatísticas”, rebateu Medeiros.

Outro problema apontado por Geraldo diz respeito à dificuldade de regulação de pacientes com Covid-19 no município. Ele ressalta que enquanto a taxa de ocupação do Hospital de Clínicas oscila entre 90% e 100% nas últimas semanas, no Hospital Municipal Pedro I, referência para Covid-19, se mantém na faixa de 46%.

“Mostra a necessidade de que a regulação de Campina Grande seja centralizada na Central Estadual de Regulação, para ter distribuição homogênea dos pacientes”, frisou Geraldo Medeiros.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!