João Pessoa, 12 de agosto de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
comando do PSB

João defende Rosas no comando do PSB

Comentários:
publicado em 12/08/2019 às 11h33
atualizado em 12/08/2019 às 14h27
A- A+
Governador da Paraíba, João Azevêdo - Foto: Divulgação/Secom-PB

Se depender do governador João Azevêdo (PSB), o presidente Edvaldo Rosas não deixará o comando do PSB.

Na manhã desta segunda-feira (12), Azevêdo falou pela primeira vez sobre a cobrança das deputadas Cida Ramos e Estela Bezerra, que pediram a saída de Rosas, após ele assumir a Secretaria Chefe de Governo.

“Não tem motivo nenhum para que Edvaldo deixe a condição de presidente. O fato de ser secretário e presidente não é incompatível. Até porque o governador Eduardo Campos, era presidente do partido e governador. Não tem nada a ver uma coisa com a outra”, afirmou.

João Azevêdo atribuiu a Rosas o crescimento do partido no estado, a exemplo do próprio mandatário em nota na semana passada. “Edvaldo durante todo esses anos participou realmente do crescimento do partido. O PSB tem hoje outra história e essa história aconteceu enquanto Edvaldo é presidente. Não vejo absolutamente necessidade alguma de deixar a presidência do partido”, destacou.

O governador revelou que a mesma manifestação feita publicamente, foi levada internamente no partido.

Maurílio Júnior e Albemar Santos – MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!