João Pessoa, 12 de março de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CASO MARIELLE

Presidente nacional do Psol liga família Bolsonaro a prisões

Comentários:
publicado em 12/03/2019 às 16h29

Em agenda em João Pessoa, o presidente nacional do Psol, Juliano Medeiros, atribuiu a crime político a morte da vereadora Marielle Franco e do seu motorista, Anderson Gomes, e cobrou, nesta terça-feira (12), a prisão dos mandantes das execuções. Os acusados do assassinato foram presos hoje no Rio de Janeiro.

Leia Também