João Pessoa, 23 de julho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
primeiro semestre

Feminicídio representa 53% de assassinatos

Comentários:
publicado em 23/07/2019 às 18h14
atualizado em 24/07/2019 às 07h20

No primeiro semestre deste ano, 32 mulheres foram mortas por crimes letais intencionais em toda Paraíba. Do total de casos, 17 são investigados como feminicídio, o que representa 53% dos assassinatos de mulheres, tornando a proporção maior do que o mesmo período do ano passado, quando houve 44% de casos.

Para tentar reduzir o índice de criminalidade e ajudar as mulheres com casos de agressão, a deputada e presidente da Comissão da Mulher na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Camila Toscano (PSDB), sugeriu ao Governo do Estado e à Justiça a criação do Ônibus Lilás e o uso de tornozeleiras eletrônicas para os agressores.

De acordo com a deputada, o ônibus Lilás é uma experiência positiva e já em funcionamento em estados como Paraná e São Paulo. Nesse espaço, que pode percorrer todo o Estado, as mulheres têm atendimento gratuito e orientação sobre violência doméstica e familiar e, também, sobre direitos sociais. A equipe faz o encaminhamento de denúncias referentes às diversas situações de violência, seja física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial, além de orientar sobre os direitos previstos na Lei Maria da Penha (nº 11.340/2006).

“O ônibus deve ser ligado a Secretaria de Estado das Mulheres e conter um espaço individual e sigiloso para orientação e atendimento. O veículo também deve levar informações sobre os equipamentos municipais que podem acolher mulheres em situações de risco. Essa é uma forma positiva de conseguirmos ajudar ainda mais mulheres paraibanas, principalmente naqueles municípios mais distantes dos grandes centros”, disse Camila.

Outra proposta é a adoção do uso de tornozeleiras eletrônicas por agressores. A diferença no monitoramento eletrônico dos agressores de mulheres é que ela é conectada ao rastreador. Quando o agressor invade a área estabelecida pela Justiça, que é de dois quilômetros de distância da mulher, os dois aparelhos começam a vibrar e as luzes mudam de cor.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também