João Pessoa, 12 de julho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
em Araruna

Operação da PF mira desvios de encomendas

Comentários:
publicado em 12/07/2019 às 09h00
atualizado em 12/07/2019 às 12h27
Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta sexta-feira (12), em Araruna, interior do estado, dois mandados de busca e apreensão contra o desvio de encomendas a serem entregues pelos Correios em várias cidades na Paraíba. A Operação ATE contou com a participação de 15 policiais federais e a ordem foi expedida pelo juiz federal da Vara de Guarabira/PB.

Os policiais federais encontraram centenas de correspondências desviadas dos Correios e violadas. Ainda de acordo com a PF, os suspeitos tinham acesso às encomendas a serem entregues pelos Correios e posteriormente desviavam os pacotes para venda informal no comércio da região.

As investigações indicam que a maioria das encomendas desviadas se tratavam de aparelhos celulares que eram comprados através da internet e possivelmente contaria com a participação de um funcionário do órgão da região para o acesso regular às encomendas e pelo menos mais um terceiro que tinha como principal objetivo realizar a venda das encomendas em questão.

Diante desse fato, foi determinado pelo Poder Judiciário o cumprimento de mandados de busca e apreensão nos endereços dos investigados, sendo um deles funcionário dos Correios e suspeito de participação no esquema criminoso.

Nome da Operação

O nome da operação é uma alusão a deusa grega ATE que é vista como a personificação do erro e da tolice. Segundo a mitologia, a Deusa ATE significa a ruína, o engano, o erro, a tolice e a cegueira da razão que interferia no destino daqueles que não pensavam em suas ações e por isso sofriam suas consequências.

Veja fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também